Vereadores e Deputados: Crise na representação popular?

Um dos principais temas que pautam os debates políticos nos parlamentos brasileiros, sobretudo na Câmara Federal e nas Assembléias Legislativas Estaduais é a questão da Reforma Política e Eleitoral.

O debate gira em torno da mudança do sistema eleitoral proporcional para o voto Distrital Puro ou Misto. Existe ainda os que defendam o voto de listas.

Mas qual a razão para essa pretensa mudança de sistema? Partidos como o PSDB pretendem reformar o sistema, não por mero casuísmo eleitoral mas sim devido a uma crise latente na relação entre representantes, ou seja, os parlamentares, e representados – os eleitores.

Deputados como o Arnaldo Madeira (PSDB-SP) defendem o voto distrital PURO pois, segundo ele, tal sistema fortalece o elo do parlamentar com a sua base eleitoral.

Outros parlamentares, como o Vereador Natalini (PSDB-SP) argumentam que a reforma é fundamental desde que acompanhada pela fidelidade partidária, recentemente debatida nos Tribunais Superiores.

A verdade é que de fato existe uma crise de representação entre a coletividade dos eleitores e suas regiões com os representantes eleitos.

O atual sistema eleitoral favorece a compra de votos e não vincula a atuação do parlamentar com a região em que ele obteve votos.

Com a adoção do sistema Distrital puro, o palamentar eleito, seria obrigado a buscar voto numa determinada região e, na mesma, nas eleições subsequentes.

O importante é que a sociedade como um todo deve tomar “pé” da questão das reformas e pressionar a classe política para que as reformas saiam do papel.

JOSE RUBENS DOMINGUES FILHO
Presidente Municipal da Juventude do PSDB
Ex-Coordenador de Estado de Juventude

www.tucanojovem.com.br

4 Responses to Vereadores e Deputados: Crise na representação popular?

  1. Nilson J Cruz disse:

    Acredito que o voto distrital possa talvez minimizar a negação que é a política hoje no Brasil. Com o voto distrital, podemos eleger um representante em nossa região ao invés de votar-mos em pessoas de outros pólos sem nenhum contato conosco.

    Nilson J. Cruz

  2. Marilene F. de Freitas disse:

    SÓ OS JOVENS politica e culturalmente engajados (o que são raridades, num país com tão baixo nível de ensino) – formandos de várias faculdades, saem literalmente ANALFABETOS – NÃO DIGO SÓ QUANTO À ÁREA ESCOLHIDA, mas até mesmo para se expressar em português!!! Já estamos cansados em ter que votar num para o outro não ganhar!! A questão do voto distrital, embora não seja de todo ruim, se bem aplicada,a meu ver, é uma das poucas saídas desse esgoto parlamentar que alagou o país, encabeçado por um presidente (plenamente enquadrado no primeiro parágrafo deste comentário) e que já cansou de fazer turismo e outras “cozitas más”, por essa gangue que o apóia, ou finge que apóia… estou, assim como todos os brasileiros que tem mínimo de visão social, totalmente descrente, enojada dessa coisa de políticaGEM – EU GOSTARÍA DE PODER VOTAR EM ALGUÉM QUE NÃO FOSSE POLÍTICO, pois peguei verdadeira aversão por essa “turba”.
    Assessorei vários políticos (da direita, da esquerda, de centro) e, hoje, nem para a direita, nem para a esquerda ou o centro, gostaría de levantar vôo.
    Vocês jovens, espero que com outras sementes plantadas, são os únicos que
    podem, se quizerem e tiverem uma plataforma de ação pol…….. (quase falei da aversão) e social, mudar esse caos em que nos encontramos!!! Na época do Collor
    vcs quizeram, se engajaram e conseguimos!!!!!!
    POR UM BRASIL MENINO, MEUS JOVENS, lutem (SEM ARMAS) MAS COM AÇÕES FIRMES E BEM EMBASADAS, pois os antigos, com exceção de uma minoria
    irrisória, mas com muito conhecimento e vergonha na cara, além de ser um dos pou-
    cos cuja moral, eu ainda divulgo aos quatro cantos, José Anibal Pontes (da antiga esquerda independente – quando FHC, ainda era Deputado Federal e os Senadores:
    Ulisses Guimarães e Severo Gomes – veja que os bons são solúveis em água e dos
    maus ninguém consegue lavar a cara e a alma suja, nem com vários banhos nas
    Cataratas do Iguassú!!
    COM RESPONSABILIDADE, EQUILÍBRIO E VITALIDADE QUE OS JOVENS
    TEM, PREPAREM-SE tomando conhecimento do que acontece nas entrelinhas do povo
    pizoteado (disso eu conheço, também – os grandes bolsões de pobreza – não as favelas que já viraram estrelas da mídia falada, escrita, televisiva e informatizada).
    E COM BONS REPRESENTANTES – A APARÊNCIA E O BEM FALAR SÃO IMPRESCINDÍVEIS PARA QUEM OCUPAS UM CARGO PÚBLICO E POL…, infelizmente (é o mundo internacional que o exige) e não podemos fazer papel feio,
    nem sermos recebidos pelas portas dos fundos.

    JOVENS, vcs são AINDA, A NOSSA (a minha pelo menos) ÚNICA ESPERANÇA, UNINDO-SE AOS MAIS VELHOS DE MORAL ILIBADA, COMO JÁ
    CITEI (FHC, JAP… não tem muito, etcs não!!!).

    Boa sorte!!! a nós todos.

    Marilene Fernandes de Freitas.

  3. Marilene F. de Freitas disse:

    Meu comentário é NOVO E SINCERO – AO QUE ME PARECE, AAAIIINNNDDDAA
    dizem que vivemos numa democracia – e por isso ele tem bastante vitalidade e resistência para esperar a tal de MODERAÇÃO.

    Aliás, alguma vez vc viu essa tal em plenário do Congresso???

    Eu

  4. […] Denunciei irregularidades da Vai-vai e sou acusado de racismo pelo presidente da escola de samba Vereadores e Deputados: Crise na representação popular? […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: