Filme nacional do mês: Dois perdidos em uma noite suja

Caros leitores, à partir deste mês, no In Blog, divulgaremos um filme nacional para vocês conhecerem ou se lembrarem e para dar início a nossa nova coluna escolhi o filme “Dois perdidos em uma noite suja” dirigido por José Joffily, o mesmo que dirigiu “Quem matou pixote?”. Produzido em 2002, com 100 minutos de duração, o filme tem como protagonistas Débora Falabella e Roberto Bomtempo, o filme foi baseado na peça de mesmo nome escrita em 1966 de Plínio Marcos.

Segue um trecho do Filme

Se interessou? Tem a sinopse abaixo.
Dois Perdidos Numa Noite Suja narra o encontro explosivo de dois brasileiros que, como tantos outros imigrantes dos anos 90, trocaram a falta de perspectiva do país pela ilusão do sonho americano.

Depois de um encontro casual, Tonho convida Paco para dividir um galpão abandonado. Tonho é tímido, humilde, sincero. Paco é misteriosa, arrojada, agressiva. Fora a condição de estrangeiros, aparentemente não têm nada em comum. Ele está cansado de subempregos e quer voltar para o Brasil. Ela quer virar uma pop-star e vender mais discos que a Madonna. Por necessidade, falta de opção e solidão Tonho e Paco passam a viver um cotidiano infernal, fruto de ressentimento, frustrações, violência e uma inusitada história de amor.

A convivência forçada desses dois imigrantes à margem da sociedade irá revelar de forma crua e despudorada a falência da esperança de uma vida mais digna. O desespero crescente leva Paco e Tonho a aplicarem golpes cada vez mais arriscados. A diferença de temperamentos e objetivos provoca confrontos cada vez mais violentos com um final tão doloroso quanto inesperado.

Sinopse retirada do site www.doisperdidos.com.br

3 Responses to Filme nacional do mês: Dois perdidos em uma noite suja

  1. Alessandra Corrêa disse:

    Com certeza uma boa dica de filme naciona! É bem bacana. Tenho inclusive o DVD.
    Porém, particularmente, não gostei muito do filme por conta do texto. Como uma boa apaixonada por Plínio Marcos, fiquei incomodada com o que fizaram com o texto. o texto é perfeito por seus conflitos e ápices, mas no filme ficou diferente. Mas cinema é isso! Tem que se fazer de tudo com um bom texto para conseguir viabilizar.

  2. […] Informações: Documentário da mesma diretora de Justiça. Agora, a cineasta brasiliense focaliza a trajetória de jovens infratores e pobres, com menos de 18 anos, julgados por roubo, tráfico ou homicídio. Embora juízes, promotores, advogados e familiares sejam personagens reais, os menores, por proibição da lei, são representados por atores não profissionais (90min). Veja mais: Meu Nome Não É Johnny ultrapassa a marca de 1 milhão de espectadores – assista o trailer. Filme nacional do mês: Dois perdidos em uma noite suja […]

  3. […] Veja mais:Elite da Tropa. Missão dada é missão cumprida!Filme Tropa de Elite conquista o Urso de Ouro em BerlimFilme nacional do mês: Dois perdidos em uma noite suja […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: