Geraldo Alckimin fica em Ourinhos enquanto FHC inaugura estação da CPTM ao lado de Kassab e Serra em São Paulo.

FHC aparece ao lado de Kassab e fortalece candidatura do DEM em SP

da Folha Online

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso surpreendeu nesta terça-feira ao aparecer na cerimônia de inauguração das estações USP Leste e Comendador Ermelino da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), na zona leste de São Paulo. FHC surgiu na cerimônia quando o prefeito Gilberto Kassab (DEM) discursava e foi para o palanque ao lado do governador José Serra (PSDB).

Segundo a Prefeitura de São Paulo, a presença do ex-presidente não estava programada, mas não soube confirmar se Kassab sabia da participação de FHC.

Após a cerimônia, o ex-presidente negou que tivesse ido até a zona leste para fazer campanha para Kassab, mas para participar da inauguração de uma “obra importante” para a zona leste e para a USP.

Serra também justificou a presença do ex-presidente. Segundo ele, FHC foi até à inauguração porque havia no local uma exposição sobre a história da USP (Universidade de São Paulo), onde o ex-presidente foi aluno e professor. “Nesse sentido, ele [FHC] nos deu a honra e orgulho de comparecer a essa inauguração”.

Questionado se apoiava a candidatura de Kassab, o governador disse que não iria falar sobre eleição porque estava em um evento público para inaugurar uma estação de trem.

Disputa

Eleito vice-prefeito em 2004 pela aliança DEM-PSDB, Kassab herdou a prefeitura de Serra em abril de 2006, quando o tucano deixou a administração para disputar o governo de São Paulo. Após quase dois anos no comando da capital paulista, Kassab tem o apoio do DEM e de parte do PSDB para disputar a reeleição. Porém, outro grupo de tucanos defende a candidatura do ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Apesar de negar apoio formal a Kassab hoje, o ex-presidente já tornou público seu candidato predileto para as próximas eleições. Em entrevista ao jornal “O Estado de S.Paulo” publicada no último dia 13, FHC defendeu como estratégia a manutenção da aliança DEM-PSDB nas eleições municipais e que Alckmin pudesse disputar o governo estadual, o que liberaria o governador José Serra (PSDB) para disputar a Presidência em 2010.

Na semana passada, FHC se reuniu com Alckmin para discutir o assunto, mas o encontro não foi decisivo. O ex-presidente admitiu que falou sobre eleições com o ex-governador, mas não revelou detalhes.

O iFHC (Instituto Fernando Henrique Cardoso), que organiza a agenda do ex-presidente, não retornou o questionamento da reportagem para explicar de quem partiu o convite para FHC.

15 Responses to Geraldo Alckimin fica em Ourinhos enquanto FHC inaugura estação da CPTM ao lado de Kassab e Serra em São Paulo.

  1. joao farias disse:

    achei nota 10 a matéria. fhc e serra trabalham feito loucos pelo nosso país e pelo nosso estado.
    FHC foi simplesmente o autor do FIM DA INFLAÇÃO no nosso país.
    o geraldo não defendeu as privatizações na eleição. aquilo foi lamentavel. graças a privatização que todos nós podemos ter um celular, não é?
    sem falar aquela história esquisita dos vestidos que a mulher dele “ganhou” e a história que seu filho trabalha para um cara que recebeu grana de propagenda do estado…coincidência? competência? na minha terra tem outro nome.
    e aquele subprefeito que tem 2 salários? deu em todos os jornais. ele é assessor do alckimin.
    bem..deixem o alkmin viajar para ourinhos…acho que ele acha que lá tem mais problemas que aqui

  2. Júlio Pegna disse:

    Melhor faria o ex-presidente se se filiasse ao DEM de uma vez por todas! Os 8 anos de presidência o fizeram esquecer que o DEM, antes PGL, antes PDS, antes ARENA, foi o partido da base do regime militar que o exilou do Brasil! Aliás, Alckmin deve estar preferindo ficar longe de FHC; ele no palanque tira voto!

  3. flaubert disse:

    o FHC nunca foi exilado do Brasil, ele auto-exiliou-se e por isso na volta dele ao país, ganhou uma aposentadoria compulsoria, por supostamente ter sido exilado, o que não ocorreu,aos 37 anos de idade.

  4. PAULO TAMBURRO disse:

    NOSSA, COMO VOCÊS FORAM CAPAZES DE JUNTAR O NOME DE TANTAS INUTILIDADES, NUMA SÓ INFORMAÇÃO. ISTO É QUE É LIXO POLITICO!

  5. joserubens disse:

    amigos,
    devemos ao fhc simplesmente o fim da inflação no nosso país.
    por meio das privativações das telecomunicações que os brasileiros podem ter um celular para trabalhar e se comunicar de modo muito barato.
    é só ler e lembrar da história.
    quanto ao que o júlio escreveu:
    amigo. estude um pouco de política, que tal?
    a arena e o pds atualmente são representados pelo PP, partido do maluf… acho que vc está mal informado.
    http://www.tucanojovem.wordpress.com

  6. marta suplicy disse:

    genteeee,

    relaxem e gozem…

    enquanto o geraldo esperneia o PT prepara suas armas…
    ´
    o psdb acabou com as taxas de luz e do lixo que criei mas eu as trarei de vooooooltaaaaa

    uaaaaaahahahahahahaha! uaaahahahahahahaha!

    martaxa

  7. […] Geraldo Alckimin fica em Ourinhos enquanto FHC inaugura estação da CPTM ao lado de Kassab e Serra … […]

  8. Verdão Paulista disse:

    O golpe ai gente, de novo não, deixem eles irem de trem, logo logo o povo vai de trem bala, mas sem eles dos DEMOTUCANOS.

  9. Leone disse:

    Zés rubens,
    Leiam o texto sobre telefonia no Brasil, e vejam se conseguem tirar conclusões obvias, por exemplo:

    Quem mais se beneficiou com as privatizações das teles? com certeza não foi o pobre, embora tenham celular, não consegue usar, pois carregam com cinco ou dez reais no mês, que mal dão para duas ou três ligações e passam o resto do mês só recebendo ligações, a maioria fica por três meses sem carregar novamente, e quando tem uma emergência, procuram um telefone publico próximo de suas casas, que, segundo os privatizadores seriam abundantes e com qualidade, e qual sua surpresa , perto de sua casa não tem telefone publico, terão que andar quilômetros se quiserem fazer uma ligação de urgência por motivo de saúde ou segurança. Os poucos telefones públicos instalados estão com defeito, são obsoletos, estão imundos ou mudos.

    Sem falar na zona rural que seria fartamente atendida e com qualidade, sequer regiões metropolitanas são atendidas quiçá a rural;

    E não falamos do atendimento das teles que não existem, campeãs de reclamações nos procons do pais;

    E não falamos, também, da qualidade dos serviços prestados por essas teles, que terceirizaram a maioria dos seus serviços;

    Não falamos do desemprego, com o fechamento de milhares de postos de atendimento pelo pais,

    Não falamos da remessa de bilhões de dólares aos investidores estrangeiros, dinheiro que se ficasse no pais geraria empregos e mais qualidade de vida aos brasileiros.

    Não falamos, também, do formato das privatizações que, segundo a imprensa, foi dirigida a certos grupos financeiros;

    Não falamos do dinheiro das privatizações, que seriam para zerar a divida externa brasileira. Onde foram parar os quase cem bilhões de dólares das privatizações?

    Por que até a classe media migrou para o celular? com certeza pelo alto custo das linha fixas.

    “A pesquisa mostra que a posse do celular foi maior entre as pessoas com mais renda e escolaridade, concentrada na região Sudeste. Os homens foram os maiores usuários do aparelho. O estudo também revelou que de 2001 para 2005 a proporção de residências que contavam somente com celular subiu de 7,8% para 23,6%.

    A economista do IBGE, Márcia Quintslr, atribuiu a preferência pelo telefone celular ao alto custo da telefonia fixa. “Com a facilidade da aquisição do plano pré-pago, ou seja, o telefone de cartão, muita gente consegue controlar os gastos melhor do que com uma linha fixa em casa”, explicou.”

    A privatização do sistema Telebrás e da Vale do Rio Doce foi marcada pela suspeição. Ricardo Sérgio de Oliveira, ex-caixa de campanha de FHC e do senador José Serra e ex-diretor da Área Internacional do Banco do Brasil, é acusado de pedir propina de R$ 15 milhões para obter apoio dos fundos de pensão ao consórcio do empresário Benjamin Steinbruch, que levou a Vale, e de ter cobrado R$ 90 milhões para ajudar na montagem do consórcio Telemar. 1996. Modificação na lei de Patentes. Cedeu em tudo que os EUA queriam e, desdenhando às súplicas da SBPC e universidades, Fernando Henrique Cardoso acionou o rolo compressor no Congresso e alterou a Lei de Patentes, dando-lhe um caráter entreguista e comprometendo o avanço científico e tecnológico do país.

    1998. O escândalo da privatização (1): A privatização do sistema Telebrás e da Vale do Rio Doce foi marcada pela suspeição. O ex-caixa de campanha de Fernando Henrique Cardoso e de José Serra, um tal Ricardo Sérgio de Oliveira, que depois foi agraciado com a diretoria da Área Internacional do Banco do Brasil, não conseguiu se defender das acusações de pedir propinas para beneficiar grupos interessados no programa de privatização. O mala-preta de Cardoso teria pedido R$ 15 milhões a Benjamin Steinbruch para conseguir o apoio financeiro de fundos de pensão para a formação de um consórcio para arrematar a cia. Vale do Rio Doce e R$ 90 milhões para ajudar na montagem do consórcio Telemar.

    Conversas gravadas de forma ilegal foram um capítulo à parte no governo FHC. Durante a privatização do sistema Telebrás, grampos no BNDES flagraram conversas de Luiz Carlos Mendonça de Barros, então ministro das Comunicações, e André Lara Resende, então presidente do BNDES, articulando o apoio da Previ para beneficiar o consórcio do banco Opportunity, que tinha como um dos donos o economista Pérsio Arida, amigo de Mendonça de Barros e de Lara Resende. Até FHC entrou na história, autorizando o uso de seu nome para pressionar o fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil. 1997.

    Além de vender o patrimônio público a preço de banana, o governo FHC, por meio do BNDES, destinou cerca de R$ 10 bilhões para socorrer empresas que assumiram o controle de ex-estatais privatizadas. Quem mais levou dinheiro do banco público que deveria financiar o desenvolvimento econômico e social do Brasil foram as teles e as empresas de distribuição, geração e transmissão de energia. Em uma das diversas operações, o BNDES injetou R$ 686,8 milhões na Telemar, assumindo 25% do controle acionário da empresa.

    as privatizações das quais vocês estão alardeando um sucesso que não existe, afinal nós (quando falo “nós” estou me referindo ao povo, pode ser que vocês (a elite) não liguem o nome à pessoa) é que estamos pagando as contas.

    Essas informações você consegue facilmente na internet, usando o google com a expressão “corrupção no governo FHC”.

    Entendeu Zé ou quer que desenhe?

  10. tadeu SANTISTA DISSE disse:

    LEONE, a midia n/quer saber disso, eles se preocupam com o homem LULA,que n/tm estudo = a eles, o preconceito é esse, como um operario pau de arara, comanda este país que qdo o queridinho deles o sociologo vagabundo(que nos chamou nos aposentado) a ref. é pque ele tbem é aposentado,bagunçou este país, deu de mão beijada a volta do patrimonio de sua nora,e agora se junta ao vampiro pra inaugurar uma obra que n/fazem + do que obrigação em fazer, por isso pagamos varios impostos pra termos a educação,transportes,e obras sociais de 1º Mundo, e a midia da uma enfase neste naipe, vide a beleza que ficou o CORREIO CENTRAL DE SP a midia nem deu ligança, pque foi feito pelo gov federal, então n/é importante, vide os cartões aqui em SP a explicação é que o daqui n/é = ao da esfera federal,o cara é aposentado e tem um apartamento em PARIS, com que cash. O agripino maia,alvaro dias,o maia filho(beijou a mão do anizio da beija-flor aí pode) e arthur vergilio (o homem de 3% de votos no AM) dizem que um caso n/tem que haver com outro, quer dizer o que foi gosto no gov do sociologo na epoca valia, pque n/tinha investigação pela Veja,Isto é que são pau mandado, vide os donos desta revistas, por aí vc ve o preconceito que eles tem do presidente, a bronca n/é o PT, as suas broncas são pro cara que arrumou este país, equiparou nós pobres a ter estudo em universidades,a renda salarial subiu pra nós pobres e pebles a qual somos chamados pela elite da raça pura comandada pelo Scaff do dono da fiesp, o resto é choro de perdedor.-

  11. EDNA HOTH disse:

    GOSTARIA DE SABER O QUE HELOISA HELENA VAI FAZER EM RESPEITO A CPI DOS CARTÕES CORPORATIVOS?

  12. carlos disse:

    fora alckmin!!!!!

  13. Leone disse:

    Edna,
    Heloisa quem? A ex-senadora em discurso no senado disse a seguinte perola:
    – Sabia da corrupção no governo FHC, que não fez nada porque estava deslumbrada com o próprio discurso.

    Porquê faria alguma coisa agora?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: