Igreja Universal move ações orquestradas contra jornais e repórter. Segundo Globo Online

universal.jpg
RIO – A Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) tenta intimidar jornalistas através de ações orquestradas na Justiça. Fiéis e pastores da seita ajuizaram cerca de 50 ações de danos morais contra a “Folha de S.Paulo” e a jornalista Elvira Lobato, após publicação de reportagens, em 15 de dezembro passado, sobre o império de comunicação montado pelos “bispos” que controlam a Universal. Também contra o “Extra” e seu diretor de Redação, Bruno Thys, cinco pastores da seita, de diferentes cidades do Estado do Rio, entraram com ações pedindo indenização por danos morais. Todos alegam se sentir ofendidos com reportagem sobre um fiel da Universal que danificou uma imagem de São Benedito, na Bahia.

Nos processos contra a “Folha” e Elvira, pedindo indenizações de R$ 1 mil a R$ 10 mil, os pastores e fiéis alegam que sofreram prejuízos morais com a reportagem. Como as ações foram propostas em lugares distantes – todos a mais de 200 quilômetros da capital de diferentes o estado – e apresentam até trechos iguais, Elvira desconfia de uma tentativa orquestrada de intimidação.Segundo a reportagem de Elvira Lobato – “Universal chega aos 30 anos com império empresarial” – publicada em 15 de dezembro, a seita tem 23 emissoras de TV e 40 de rádio, além de outras 19 empresas registradas em nome de 32 integrantes da IURD. Entre elas, há dois jornais diários, duas gráficas, quatro empresas de participações, uma agência de turismo, uma imobiliária, uma empresa de seguro de saúde e uma de táxi aéreo, a Alliance Jet.A reportagem da “Folha de S.Paulo” diz ainda que as empresas estão registradas em nome de “bispos” ligados a Edir Macedo, fundador da seita, e muitas funcionam em endereços da Universal. Alguns “bispos” deixaram as empresas após desentendimentos com a seita ou por terem sido denunciados em escândalos.Segundo a “Folha”, a Universal é a maior proprietária de concessões de TV do país: são 23 emissoras de TV e 40 emissoras de rádio registradas em nome de pastores. A seita arrenda 36 rádios, que integram a Rede Aleluia. Segundo pesquisa feita pelo jornal, Macedo é dono de 99% das ações da TV Capital, geradora da Rede Record em Brasília; de 50% da TV Sociedade, de Belo Horizonte; de 48% da TV Record do Rio; e de 30% da Record de São José do Rio Preto (SP). O valor atual estimado da Rede Record é de R$ 2 bilhões.

A série de ações judiciais de pastores e fiéis da Universal contra a “Folha de S.Paulo” e a repórter Elvira Lobato – por causa de uma reportagem publicada em 15 de dezembro que mostrava o crescimento empresarial da seita – foi classificada por entidades e especialistas como tentativa de intimidação contra o jornal e a jornalista. Para Alberto Dines, do Observatório da Imprensa, as ações representam uma violência contra a liberdade de expressão e são uma tentativa de censura prévia:

– A Elvira Lobato cobre essa área de comunicação e telecomunicação há pelo menos há dez anos. Ela não faria nada que não fosse bem feito. Ela contou aquilo que todo mundo sabe, e não escreveu nada errado. O que estão fazendo com ela é uma violência, não é só uma censura, é intimidação. A intimidação também é crime, e é pior que censura. O que importa é condenar o fato de as pessoas da igreja serem acionadas, numa ação orquestrada. Ainda bem que esse tipo de processo já está sendo desqualificado pela Justiça – afirmou Dines.

Fonte: Globo Online

Seqüencia: Reinaldo Azevedo da Veja Online diz em seu blog que um dos motivos para as ações da IURD é o quadro publicado na revista Veja mostrando como supostamente a igreja injeta recursos na Rede Record (veja aqui).

Veja mais:

Padre Júlio Lancellotti, mais um caso de pedofilia na igreja católica?

O equívoco e o padre Julio Lancellotti.

Kaká se une ao charlatanismo?

Depois de atuar em filmes adultos, Alexandre Frota se diz evangélico.

Igreja Universal é obrigada a devolver doação de fiel.

Até Deus comenta os posts do In Blog

Vantagens In Blog:

TV LCD 19 de R$ 899,00 por R$ 809,10 para os leitores do In Blog

Ventilador de Teto Latina Silenzio 10% off! Apenas para leitores do In Blog.

Desconto Exclusivo In Blog! Lançamento Clube do Lar Purificador Latina Purifive 10% off!

57 Responses to Igreja Universal move ações orquestradas contra jornais e repórter. Segundo Globo Online

  1. isabel disse:

    Resumindo toda a questão abordada,a imprensa no Brasil não é imparcial,não é de admirar,que os mesmos hostilizem a IURD,vcs deveriam copiar talvez uma das poucas coisas que a os EUA,tenha de positivo: Imprensa que tem posicionamento ideologico fortemente pontuado,o que não dá é pra vim com esse discurso de imparcialidade,querer subestimar a nossa capacidade de raciocinio é demais,não???????

  2. Juliana disse:

    Isso é uma incoerência, e uma vergonha, usar um meio de comunicação tão sério, para caluniar religiões e pessoas, nós vivemos num país mestiço e cheio de liberdade de pensamentos. Censura houve por parte dessa jornalista, que usou de opinião própria para tirar conclusões a respeito da ação de pastores, e usando várias vezes a referência SEITA para se referir a igreja Universal.
    Não acho as ações dessa igreja corretas, e admito que não concordar com algumas coisas, mas sair por ia difamando a crença das pessoas, não é muito legal. Sinto muito, mas essa jornalista precisa ser mais imparcial em suas matérias.

  3. Julio disse:

    Na minha opinião eles estão só noticiando os fatos e não criticando uma religião, se fossem criticar uma religiao eles no minimo iam falar dos ensinamentos da mesma. Mas nesse caso eles estão noticiando os fatos que ocorrem na Igreja Universal. Da mesma forma a Record noticia os abusos dos padres. Não vejo porque criticar a jornalista por estar fazendo o trabalho dela.

  4. Rubens disse:

    Também não concordo com a “reportagem” da jornalista, claramente ela está buscando apenas desclassificar a IURD, isso é imparcialidade sim, e o fato de ela escrever a palavra ‘SEITA” tantas vezes mostra que o que ela quer mesmo é ofender apenas.
    Afinal os católicos ou espiritas também não gostariam de ser chamados de seitas, só falta chamar a nós ateus de seita também kkkkk.

  5. monica disse:

    Tudo isso é pura palhaçada das igrejas..todos nós seres humanos temos o direito de ir e vir e opnar-mos como queremos..o jornal pode até ter usado o termo errado mas no fundo todos nós sabemos que tudo que eles disseram é a mas pura verdade..oque a igreja esta fazendo agora é tentar almentar o ibope dela abrindo um processo contra o jornal a folha de são paulo”se eles acham que estão sendo agredidos e ofendidos,então eles ñ deixem os seus pastores e bispos serem pegos pela policia com dinheiro sem “origem” e entrando de forma ilegal em outros paises..quer dizer sem origem ñ nós todos sabemos de onde vêm………..obrigada

  6. simone disse:

    Acho que essa jornalista está certissima pois não está defamando ninguem, esta apenas realizando seu trabalho, esta narrando os fatos como cabe a qualquer jornalista. O fato e q essa narração faz com q a sociedade tirem suas conclusões. ela incomoda o “trabalho ” de alguns q vivem da desgraça dos outros, que vivem do desamor da falta de oportunidades que reina em nosso país pois sempre q escuto alguem contar sua historia o mesmo entra para essa igreja por causa de um grande sofrimento. Me perdoem as pessoas dessa igreja mas como socióloga não consigo deixar de analisar essa materia imparcialmente . E de maneira nenhuma estou defendendo ou julgando tal “igreja” ate pq não estudei a fundo essa questão, mas os fatos falam por si só.

  7. Nissi Eloin disse:

    Falou tudo Rubens.

    Sinceramente, o Brasil, com sua imprensa imparcial (ver como a Globo apedreja as igrejas evangélicas) vai acabar se destruindo cada dia mais, como já vem acontecendo já há muito tempo. A classificação Seita tem apenas o intuito de ofender e um jornalista competente, sabe que repetir a mesma forma de enunciar um personagem em um texto, várias vezes, trata-se de um amadorismo sem tamanho. Não sei porque perdi meu tempo lendo, sinceramente.

  8. Luiz disse:

    Sinceramente, haja ignorância por parte de quem responde ao post, primeiro detalhe o Brasil é um pais onde se existe liberdade de opinião, não concordou, não leia, se sentiu ofendido, procure a justiça e exija retratação, o que vi nesta materia é uma narrativa de alguns fatos, não vi nada de mais, outro de detalhe, alguem sabe a diferença de Igreja e Seita, acredito que não, pois existe grande incoerencia nas respostas, Igreja, casa de Deus, certas praticas da IURD vão contra a vontade de Deus, e daí a dar entender que espiritismo é Igreja, fala sério, é seita mesmo e considero de Magia, seja ela branca ou negra, é magia, é seita, é condenada por Deus…

  9. Thomaz disse:

    Acho que o caro editor desta postagem deve ter mais cuidado com relação ao conceito de SEITA e RELIGIÂO. Foi citado de forma perjorativa (ou pelo menos, soou como tal) o termo SEITA no início do texto. Existe uma diferença entre esses dois termos citados. Não sou membro da IURD, apenas queria que revesse esse termo

  10. Cidinha disse:

    Acho que já passou da hora do poder público no Brasil em uma das suas esferar passar um pente fino nos negócios da “empresa” Igreja Universal. Em outubro de 2007 a Revista Veja publicou uma matéria muito boa explicando como a “empresa” Igreja Universal transfere o dinheiro arrecada de seus fiéis (e sobre o qual não paga um centavo de imposto) para a conta bancária de seu dono. Um dos métodos, segundo a reportagem seria a compra de horários pela igreja em emissoras a elas ligadas como a Rede Record por preços superfaturados. É óbvio que as ações são uma forma de intimidação da imprensa sim. Mas espero que o judiciário desse país não caia nessa aramdilhe e desqualifique essas ações. Um dos papéis da imprensa é sim o da denúncia.

  11. Luiz Carlos disse:

    Vi a reportagem e, confesso, fiquei confuso. A Rede Globo, há uma década (ou mais), numa reportagem de Sérgio Chapelin, não teria provado e mostrado algo sobre esse fato? Não estou certo, mas vi no You Tube diversos vídeos sobre algo com relação a isso? Peguei o link de um deles: http://www.youtube.com/watch?v=My6_faauym8.
    Fiquei indignado com esse vídeo. Por outro lado, a jornalista Elvira Lobato, por seu cabedal e credibilidade perante os leitores, estaria arvorada em sólidas razões para a publicação da matéria em questão. Mas, a maior dúvida, ainda, é não entender porque os fiéis é quem estão movendo as ações.

  12. Calimério luiz de oliveira neto disse:

    Dois Pesos e Duas Medidas

    Não quero neste momento entrar no mérito se o que eles fazem estão coretos ou não…
    pois Sílvio Santos, vende suas promessas, mas nem por isso é condenado sem falar em muitos negócios que são apregoados na mídia em geral e por incrível que paraça não causa escândalo…Veja nem sou da Universal! Por isso consigo exengar mais algumas coisa… Fui um crítico ferrenho dessa igreja, mas socialmente faz mais bem do que mal, quantas pessoas poderiam estar envolvida com todos os tipos de drogas, mas se estão na igreja, seja qual for lá sue motivo, tenho certeza que não estarão fazendo mal a ninguém, então é melhor ter igrejas do bares, boates e inferninhos, não é verdade? Outra coisa me chamou a atenção na reportagem: A repórter faz referência a essa igreja como SEITA, ora então no Brasil existe religião oficial?
    Percebe como de fato ela escorregou? visto que nossa constituição diz que não existe religião Oficial ? Se ela quizesse falar de bens…então ela deveria fazer uma comparação com a Dita Religião Oficial. Me parece que diante de tudo que apenas observo temos dois pesos e duas medidas. Eu hoje já não me escandalizo mais, pois se as duas igrejas: Católica e Iurd, distribuissem seus bens para os pobres, fariam melhor.
    abraços
    Calimério

  13. Rodrigo disse:

    Jornal, revista, canal de televisão e Post’s de religião “SEITAS” estão dando muito IBOPE! heim…

  14. G. disse:

    A Globo é burra, está mexendo em um vespeiro.

    Toda vez que mostra as maracutaias e a roubalheira da IURD, imediatamente é contra-atacada pelo fato dessa igreja ser dona da maior concorrente da Globo, a Record, pelo fato da Record ser financiada pelos fiéis.

    Ou seja, roubar as pessoas explorando a boa fé do povão pode, mas denunciar a sacanagem é “ferir a liberdade de culto” e imediatamente atacar quem mantém a concorrente.

    Se eu fosse o diretor de jornalismo da Globo, desistiria de enfrentar essa máfia.
    Depois a Rede Record é uma boa emissora, desde o início o Edir Macedo fez questão de dizer que que queria ter maior emissora do Brasil e não apenas um braço televisivo da igreja.

    Enfim, cada um dá seu suado dinheiro para o pastor picareta que quiser. E só um bandido pode enfrentar outro…

    Abs!

  15. catarina disse:

    Realmente acho um absurdo essa reportagem e concordo plenamente com o Nissi Eloin so que eu não acho …tenho certeza que perdi meu tempo lendo isso.

  16. Ismael Karhei disse:

    Louvado seja Deus! Sou evagélico. Mas realmente, essa tal ‘Universal” nunca passou de uma perigosa seita. Envio uma palavra aos seus adéptos: -Querem mesmo servir a Deus todo Poderoso? Então, procurem uma igreja evangélica de verdade, onde o dinheiro não faz diferença, como nesta “arapuca.” Jesus Cristo, ama vc e não teu dinheiro.

  17. Jader disse:

    A Bíblia adverte sobre os falsos profetas em diversas ocasiões, fala também que até alguns dos justos seriam enganados. Jesus é o único que tem direito de julgar, e fara isso, acreditem ou não; Todo joelho se dobrara, tenho pena dos que serão recolhidos como feixe, amarrados e jogados no fogo. De que adianta ganhar o mundo e perder sua alma ? Nem todos que dizem Senhor ! Senhor ! entrarão no reino dos céus. Eu sinceramente não me ofenderia com nada que possa ser dito sobre a igreja em que congrego, não deixaria de ir a igreja mesmo que o pastor estivesse diretamente ligado a qualquer tipo de falcatrua…sabe porque ? Simplesmente porque sou cristão, e cristão é imitador de Cristo. Eu sigo a Jesus e não a igreja, muito menos a pastor algum, seja ele quem for. Não me importa o que é feito do meu dízimo ! que se fartem dele ! Quem lê a Bíblia jamais sera enganado ! Quem segue a Jesus jamais sera envergonhado ! e dele ninguem – jamais – tera o que falar ! de que pecado o dono desse mundo e controlador das mídias tem o que falar ? Leiam a Bíblia, conheçam a ÚNICA verdade e sejam libertos !

  18. Vânia disse:

    Não sou contra a liberdade de culto, mesmo que o quizesse é contra a constituição.
    Sou contra esses aproveitadores da pouca fé que as pessoas têem.
    O que não entendo mesmo é quando vejo uma pessoa que se diz inteligente cair nessa ratoeira que a meu ver aumenta cada vez mais.
    Abs.

  19. Vânia disse:

    Não ler meu comentário, delete

  20. Cris disse:

    Nenhuma imprensa é 100% imparcial…
    Nem no Brasil nem nos EUA.
    Sou a favor da Folha. IURD = Empresa.
    Muita alienação em PLENO SÉCULO XXI acreditarem que o pastor vira pro aleijado e diz: “Sai desse corpo que não te pertence” e o cara vai sair andando…
    Por favor, né.

  21. Cleide Faria disse:

    A Globo e esses jornalistas que não tem reportagem para apresentar, fica perseguindo igrejas evangélicas. a reportagem é tendenciosa. Outra coisa, não somos ignorantes, somos pessoas com entendimento, raciocínio, lúcidas e inteligentes. a Globo, folha e Elvira que procurem o que fazer!!!

  22. Carlo disse:

    Em primeiro lugar, a Igreja Universal não é uma seita. Em segundo lugar a Globo não é um veículo de comunicação sério. Essa emissora só noticía aquilo que lhe interessa. É perversa, manipuladora e só apresenta programas que dão péssimos exemplos para a sociedade, principalmente para crianças e adolescentes. É só assistir um capítulo de qualquer de suas novelas, ou o programa Malhação, que se diz um programa voltado para o público jovem.

  23. Kel disse:

    Todos sabem o que ocorre na Igreja Universal, mas se seus fiéis seguidores aceitam ficar mais pobre dia-a-dia em troca de ter um lugar ao lado do trono de Deus, que sejam feitas as suas vontades, aqui na terra como no céu, desde que não saia do meu bolso.

  24. Antônio disse:

    A Universal do reino de Deus é sim uma seita que usa e abusa da inocência/ignorÂncia de sesu fiéis!!! Sou contra esta pseudo liberdade! Quem não é livre são os frequentadores desta seita que compram a sua própria salvação ou condenação!
    Que a Record quebre e o Edir Macedo se fod….
    Chega de tanta parcimônia com este inonsequente!!

  25. Arnaldo disse:

    A GLOBO não é um veículo de comunicação imparcial, basta lembrar o episódio Collor x Lula onde a emissora editou o que bem entendeu para favorecer o Collor. Agora com o crescimento da RECORD de propriedade do Bispo Macedo, a GLOBO busca uma oportunidade para execrar a tudo e todos que estão ligados a IURD.

  26. Roberto Lopes disse:

    Acho uma idiotice ficar perdendo tempo com religião. Religião é uma forma de ganhar dinheiro e enquanto existirem pessoas dispostas a sustentarem esses vagabundos o Brasil e outros países do mundo vão continuar assistindo as Universais da Vida deitando e rolando. Gente, acorda.

  27. felipebreia disse:

    A gente consegue ver claramente quem está por trás disso!
    A GLOBO!
    Nossa, eu chegava do trabalho as 21:20, e como eu moro sozinho, e sempre deixava a TV ligada enquanto tomava um banho, e sempre ia ouvindo as ridicularidades que a Globo fazia com os evangélicos, praticamente dizendo que nós somos um bando de malucos radicais, e fanáticos. Enquanto sempre que se referia ao candomblé eles mostravam que tudo era uma maravilha. Mas enfim, acho que a melhor coisa que a gente pode fazer é deixar a TV desligada nessas horas, e só ligar mesmo na hora de passar um jornal, ou algo interessante: filme, futebol, etc! Novela só gasta nosso tempo inutilmente, e não trás conhecimento nenhum!
    Por outro lado, também quero deixar registrado o meu desapontamento com a REDE ROCORD: uma rede de televisão evangélica que não se dedica nem um pouco a falar e divulgar a palavra da salvação! Muito pelo contrário – infelizmente – coloca no horário nobre uma novela que fala de MUTANTES, mostra uma violência desnecessária!!

    está afim de fazer uma parceria??
    http://www.felipebreia.wordpress.com
    eu coloco o seu link no meu blog e vice versa!!

    um abraço!

  28. oggmidialivre disse:

    Eu NUNCA fui membro da IURD, mas, verdade seja dita:

    A IURD NÃO É UMA SEITA! Por quê? Porque TUDO o que acontece dentro de seus templos, está aberto para TODOS conhecerem!
    Seita é, justamente, o OPOSTO disso!

    OUTRA COISA: Quem entrega seu dízimo na IURD, faz isso porque QUER!
    Nenhum fiel é obrigado a entregar seu dízimo na igreja. A igreja pede sim, mas, se você não gosta disso, basta mudar de igreja e está tudo certo!

    Tem coisa pior do que isso? COM CERTEZA! Muitos de nós, sustentamos a Globo, CONTRA A NOSSA VONTADE! Vocês sabiam que, o dinheiro do BNDES, que é financiado com o dinheiro dos NOSSOS IMPOSTOS, também é usado para FINANCIAR DÍVIDAS DAS ORGANIZAÇÕES GLOBO?

    Este FATO, o Jornal O Globo não citou na sua “reportagem”…

    E não me venham falar em manipulação da IURD. Nesse sentido, a Globo ganha de lavada! E como a Globo está com medo de perder sua influência, ela ataca sua principal concorrente. E da maneira mais suja possível: Questionando a idoneidade da mesma!

  29. evany disse:

    MUITO BEM ANTONIO.
    A Universal é seita mesmo. É uma organização para fins de poder, influência e sobretudo dinheiro, que os “pastores’ conseguem ao montes, graças à ingenuidade do povo. Religião é outra coisa. Na religião, seja induísmo, catolicismo, budismo, ou xamanismo, o ser humano se transcende e alcança um plano superior. Um padre católico estuda 10/15 anos num seminário, e quando faz sermão usa um tom reverente, quase humilde. Mas essas seitas malandras tem cursinho de dois meses para “pastores’, onde aprendem a encenação que usam em tom ameaçador, agressivo, impositivo, em prédicas berradas, usando aos gritos o nome de Jesus, Deus ou o “demoooonioo!!!”. É um show de protagonismo viril, pretencioso e muito vulgar. Querem passar impressão de “iluminados”, com ares “messiãnicos”…O caráter desta seita é machista e materialista. Esses pastores são gente sem formação, incultos. – Mas com a encenação que aprendem, impresionam as pessoas sem instrução nenhuma, os crédulos. Predicam contra imagens, arte barroca, etc, que eles chamamde “ídolos”…Sei que esta organização, vulgarmente conhecida como “evangélica” tem escritório no exterior, para onde vai dar a maior parte dos dízimos recolhidos dos “crentes”, verdadeiras fortunas. Evasão de divisas. Há uns cinco anos um “bispo” conhecido viajou para acertar uns ponteiros no exterior…

  30. Camila disse:

    Na minha opnião a jornalista relatou fatos que a anos estão ai até o mais desinformado já ouviu falar no patrimonio deles, e da onde vem?????? a Record ñ é imparcial e tentou manipular o publico com a reportagem nem um pouco imparcial e totalmente interesseira deste domingo que mostrou somente o que lhe convém ñ a realidade.

  31. GEORGE ALVES disse:

    Quantas besteiras a gente ler como comentarios. Quanto a dizimos tem pessoas que nunca abriram um Bliblia sagrada, mais querem opinar sem conhecimento, sempre no achismo,eu acho isso eu acho aquilo, NAO PERTENÇO A IURD mais em nosso país as pessoas que tem a midia seja ela escrita ou televisiva, emitem suas opinioes sem base sem fundamento e causa esta polemica, maior ainda com opnioes sem conhecimento de causa. Estou de acordo com as açoes movidas por quem de direito achar agredido, estamos em um pais livre onde quem fala o que quer tem que responder civil ou criminalmente pelos seu atos, afinal a reporte e formada e de maior idade.
    Estou com voces, quanto mais açoes melhor, para que sirva de exemplo e os demais respeitem a crença alheia.

  32. Luiz Carlos disse:

    ATENÇÃO!!! Vejam o vídeo que mencionei acima. Ele é auto-explicativo e pode esclarecer alguma coisa sobre os fatos, Assim espero, pois até agora está muito difícil de entender o que está por trás de tudo isso. Eis o link:

  33. André Paul disse:

    Não concordo com a jornalista, afinal, cada um tem sua forma de viver, a IURD resolveu ser fiel a Deus, e Ele retribui isto muito bem, apesar de não pertencer à nenhuma religião, os cristão têm o direito de ir e vir, ninguém é extorquido ou torturado para ofertar e oferecer dízimo, que é citado na bíblia sagrada, se a IURD tem hoje um “império” multimídia, o que os jornalistas têm a ver com isto? Seus pastores e bispos só devem satisfação a seus fiéis, que ajudaram a construir este império com o dinheiro que eles doaram por livre e espontânea vontade, acho que o mínimo que vocês jornalistas deveriam fazer é respeitar a crença alheia e não insultar com termos mal ditos, pois ninguém gostaria de ter sua religião ou opção religiosa insultadas, estou com a IURD em todas as ações, e não tiro a razão de nenhuma delas.

  34. Lili disse:

    Todos nos sabemos que a rede Globo e a maior manipuladora do pais. Quem conhece a Historia de sua fundacao pelo sr. Roberto Marinho. Dinheiro que foi emprestado pela Time dos Estados Unidos. E como todos nos sabemos nao existe imparcialidade na imprensa.

    Gostaria de saber por que ao descreever a IURD sempre a rotula de SEITA.

    O Problema agora e que a rede Record e uma ameaca a rede Globo de Televisao.

    Espero que o Bispo Macedo compre a Folha tambem. ( chega de perseguicao aos evangelicos).

    E outra, eu admiro muito esse blog e leio todos os emails que eu recebo. E percebi que voces do inblog adoram escrever sobre a igreja Universal.

    Bem Ou mal, voce estao fazendo publicidade de graca para Igreja e tenho certeza que os Bispos agradecem.

    E ao Antonio ai de cima voce eh um invejoso.

  35. moriz disse:

    Parabéns a Jornalista e Folha. Neste país a picaretagem em nome de Deus é protegida pela Lei. Na verdade cada vez será mais, porque as igrejas de negócios cada vez mais ampliam seus tentáculos no congresso e utilizam da política para se estruturar. Obviamente que a nossa constituição garante o direito ao cidadão em acreditar no que quiser, mas isso não pode ser uma válcula propulsora e de escape para o estelionato instituído. Cabe a sociedade alertá-los. A imprensa está fazendo o seu papel. Mais uma vez parabéns. LEIAM A NOTA DIVULGADA HOJE PELA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE IMPRENSA SOBRE O CASO. http://www.abi.org.br

  36. ROBERTO disse:

    Na verdade estes membros da Iurd que se sentiram ofendidos sobre as acusações da jornalista, deveriam acionar a direção desta seita que frequentam, e requerer ações ordinários, como membros e colaboradores assíduos que são, pois cá entre nós, deixar os lucros por conta das empresas de aliciamento de arrecadação do Sr.Macedo, sem direcionar um percentual, à seus associados, sinceramente é uma ação nada democrática dentro dos princípios bíblicos e cristãos.
    Afinal, Jesus pregava que o pão deveria ser repartido.
    Na verdade aquela passagem de Malaquias à qual os malandros da Iurd se apegam, nada mais é que um recado dado pelo profeta aos sacerdotes da época, os quais andavam desviando os recursos da igreja. “trazei todos os dizimos à casa do tesouro….”
    Agora, meus amigos, engolir esta de que dízimo é lei de Deus e que todo tolo cristão deve dar, para ter uma vida abençoada, convenhamos, é coisa de pentecostalista, evangélicos e outros creacionistas. Pois as leis de Deus foram escritas nas tábuas dos 10 mandamentos e, justamente nestes mandamentos da lei do Criador, não consta nenhuma passagem que se refira à cobrança de uma taxa de 10% de seus filhos.
    Tem gente de cabeça fraca que se deixa levar pela conversa tola deste malandros mal intencionados, os quais se valem do livro santo para buscarem passagens que vem de encontro aquilo que as pessoas em momentos de desepero estão querendo encontrar.
    Deus em sua infinita misericórdia, jamais exigiria pagamento de um filho seu para lhes dar tratamento espiritual, cura ou benção financeira.
    Isto só acontece em um país como o nosso, onde a grande maioria das pessoas está mais preocupada em conseguir moleza na vida e muitas vezes procura estes curandeiros de ocasião mentirosos e capitalistas.
    Aos poucos o Macedo e a turma dele estão conseguindo implantar a TALIBANIZAÇÃO EVANGÉLICA NO BRASIL.
    Antigamente havia o monopólio do Vaticano, hoje o monopólio está nas mãos dos
    empresários neo-liberais da fé.
    O processo de talibanização brasileira está se dando através do fundamentalismo
    neo-pentencostal evangélico nas mãos dos empresários da religião.
    A começar da escrita de nossa constituição, fomos obrigados em 1988, por força
    da bancada evangélica, a engolir a frase; “…sobre a proteção de Deus…” como
    se em toda a população brasileira não houvessem pessoas de outras convicções de
    conciência. – Isto se traduz em uniformização de conciência. No Afeganistão aconteceu a mesma coisa: Tudo como reza o Alcorão.
    No começo se fazem de vítimas, no futuro esmagarão quem não compactue com suas
    convicções religiosas. Tal qual os Talibans, Tal qual a corrente que elege o
    Bush nos EUA. Os fundamentalistas evangélicos, representam hoje um retrocesso no
    desenvolvimento da literatura, artes cênicas, ciências, filosofia, humanismo e
    organização social. Influem diretamente nas decisões legais, da aplicação e
    pesquisas da ciência, da legislação dos costumes, na vida econômica, nos
    espetáculos de teatro e cinema, enfim tornam “pecaminoso” tudo quanto não
    condiz com seus dogmas medievais.

    Além disso, discriminam fartamente as demais culturas e segmentos religiosos,
    principalmente os de afro-descendencia e indígenas.

    Como é sua prática de arrebanhamento ?
    Na grande mídia que eles monopolizaram na última década, aglutinam pessoas
    carentes, e isso é o que não falta nesse Brasil, gente com problemas
    psiquiátricos, carências afetivas, distúrbios psicológicos, doentes sem
    recursos e sem noção de cidadania e ás custas dessa gente formam um exercito de
    voluntários gratuitos a serviço dos interesses políticos, econômicos,
    ideológicos dessa classe de empresários.

    O poderio econômico dessas organizações ditas “religiosas” (muitas financiadas
    por “projetos” de interesse dos EUA) avançam sobremaneira, também às custas de
    falcatruas e isenções fiscais, explorações, crimes de curandeirismos, até
    estelionato como se viu em matérias na imprensa como as que envolveram as
    empresas IGREJA RENASCER e a IGREJA UNIVERSAL. Como forma de cooptação, esses empresários da religião propagam
    sistematicamente em seus meios de comunicação que são “vítimas de perseguição”,
    justificando-se “serem filhos de Deus” e como tal são alvos de todo tipo de
    discriminação “em nome de Deus”. A população brasileira por sua vez tem
    tradição religiosa e de respeito a esse assunto, e como tal acreditam nesse
    discurso descartam investigações sobre as práticas distorcidas dessa categoria
    empresarial. Nos últimos anos foi criado, por esses empresários da fé, um conglomerado de
    comunicação muito além da representatividade de nossa população. Os demais
    segmentos da sociedade poderia estar se sentindo acuada e descontemplada com
    tanto abuso do poder que esses empresários da religião estão cometendo, mas o
    obscurantismo impede essa visão.

    Na somatória de todos os meios eletrônicos de comunicação radio-televisiva,
    (rádios comerciais AM e FM, Emissoras de TV, Produtoras de Vídeo, rádios
    Livres, Rádios Comunitárias, Rádios Pirats e clandestinas, ) mais de 40 % delas
    já estão diretamente nas mãos dos empresários da religião. Esse é um fenômeno
    que já pode ser notado por quem tem curiosidade sobre o dial radiofônico e
    televisivo.

    Grandes redes de Televisão estão montadas (RECORD, GOSPEL…) com o dinheiro da
    contribuição das populações carentes que caem no conto desses empresários da
    Fé.

    A receita arrecadada por essas empresas da religião aqui no Brasil já é maior
    que o orçamento municipal das cidades de Porto Alegre e Belo Horizonte e Recife
    juntas. É dinheiro de uma população carente e iludida. Dinheiro que vai para
    lavagem nas mais diversas formas, na aquisição de outras empresas, ou até mesmo
    remetido para paraisos fiscais e suas matrizes nos EUA, sem o mínimo controle
    do Estado ou da população.

    A grande falha do Estado é NÃO TRIBUTAR A ATIVIDADE “RELIGIOSA”. Com isto, as
    empresas da religião nada precisam declarar do que recebem e no que gastam a
    ninguém: nem ao Estado, nem á sociedade, nem á comunidade que a mantém. – O
    dinheiro dos dízimos e outras práticas do comércio da religião é um dinheiro
    que entra fácil e não tem nenhum controle.

    A carência que vive nosso povo alavanca essa prática. As pessoas necessitadas
    se apegam a qualquer tábua de salvação, material ou espiritual em períodos de
    crise, e isso é o leite que amamenta as distorções em todos os setores da
    sociedade, inclusive na prática religiosa.

    A constituição garante a liberdade de religião, mas não coibe esses abusos e
    distorções. Alias, nossa constituição foi escrita também por uma forte bancada
    de “religiosos” que deixou a porta dos fundos aberta para entrada de mais
    beneces a essa prática. Os empresários da religião ganham poder nos currais
    eleitorais de suas respectivas igrejas, elegem-se e quando estão no poder
    escrevem mais leis que garantem ainda mais seus privilégios. É uma bola de
    neve.

    Qualquer tipo de preconceito é abominável. Não falo aqui dos praticantes dessa
    ou daquela corrente religiosa, afinal temos tradição de cultura religiosa no
    Brasil, preocupamo-nos apenas com o atual panorama, não pelo crescimento dessa
    “conciência”, mas pelo uso e destino que está se dando á religiosidade de nosso
    povo e as consequencias culturais, sociais,
    políticas e até econômicas que
    estão ocorrendo.

    * Prof. Chico Lobo

    Apenas para finalizar:
    Se algum magistrado que for julgar algum caso, entrar nos argumentos empíricos destes advogados de plantão, interessados em arranjar dinheiro fácil, sugiro que antes de concederem ganho de causa a algum acusados, que provem e comprovem, que ser dizimista em nosso país é lei. Caso contrario, sugiro que os magistrados, procurem buscar em fundamentos biblicos a aplicação de uma lei do velho testamento em dias de novo testamento. Eu nasci no novo testamento. Ora se dizimo era lei lá no velho testamento, também era lei apedrejar mulheres adulteras, etc….
    Covenhamos, submeter nossa justiça à caprichos de ofendidos, teremos então de reavaliar nossos conceitos de soberania. É evidente que a religiosidade das pessoas deve ser respeitada. Vejo que tal respeito deveria inciar pela cúpula da Iurd, pois sempre que leio a folha Universal, vejo lá muitas criticas às outras religiões, principalmente a igreja católica. Um judiciário autentico e verdadeiro, deveria em primeiro lugar buscar averiguar e buscar a autenticidade das acusações, antes mesmo de dar andamento à estes processos sem balizamento algum.
    Se tudo for motivo para abrir processo neste país, vamos então abri-los contra governo, outarquias, igrejas, etc…..
    Sabe, querer pregar moralidade em cima de desonestidade é o mesmo que admitir que nosso governo finalmente conseguiu resolver a questão dos acidentes de transito ao proibir a venda de bebidas de alcool na beira das rodovias. Mas e a conservação das nossas rodovias? Quando um veículo fica desgovernado por conta de um buraco na estrada que não foi tapado, de quem é a culpa pelo acidente? Dos alcoólatras? Aí o governo se omite.
    Voltando ao assunto dos processos à jornalista Elvira Lobato:
    Será que todos são cegos ou não querem enxegar que este Sr.Macedo se vale do dinheiro dos fiéis de sua igreja, para fazer altos investimentos que vem de encontro à interesses pesssoais?
    No Brasil, depois que uma pessoa adquire uma determinada fortuna, ela consegue ficar intocável. Assim como os politicos , banqueiros, usineiros, fazendeiros, traficantes, e alguns promotores de justiça que matam inocentes e ficam impunes.
    Se este Sr.Macedo tivesse inteção cristã verdadeira, com certeza, iria direcionar com muito mais caridade e benevolência todo este dinheiro que recolhe de seus membros.

    Para encerrar:
    Lá no antigo testamento as pessoas costumavam dar em oferta seu melhor animal e o depositavam no altar para Deus.
    Á isto chamavam de oferta de sacrifício.
    Em nossos dias:
    Os bispos e pastores organizam ofertas para serem levadas juntamente com pedidos dos fiéis, para serem queimadas no monte Santo. (Sinai)
    O que é a oferta de sacrifício neste caso?
    É o dinheiro que foi colocado dentro do envelope para ser conduzido e queimado na fogueira que dita ser santa.
    Sabe o que os malandros fazem com o dinheiro que alguem colocou no envelope?
    Antes mesmo de subirem no monte para queimar os envelopes, eles retiram as ofertas.
    Sabe o que signfica isto? Roubar, subtrair.
    TRAIR a confiança de uma pessoa, que designou alguem para conduzir sua oferta até a fogueira.
    É por aí que se percebe quem é honesto e quem é ladrão.

  37. Emerson disse:

    Adorei a reportagem da Sr. Elvira, pois não disse nada que não seja verdade.
    com relação a “RESPEITO”… acredito que o pessoal dessa seita, não sabe oque e isso, pois nos ultimos naos vem desrespeitando a religião, vem em cadeia nacional chutar imagens de santos catolicos, isto sim e um desrespeiro. Eles são uns sangue-suga, e vivem de explorar a miseria alheia. Continue nesta linha Sr. Elvira e tera sempre meu total apoio.

  38. heuring disse:

    juliana vc È ignorante, a reportagem mostra estatisticamente os bens da iurd e o crescimento dela,se vc nao quer sabe problema seu,mas o publico quer saber sim,outra por que eles nao processam a folha por informaçoes erradas,por que as informaçoes sao veridicas, eles sao os verdadeiro saqueadores que jesus abominava!

  39. Luiz Carlos disse:

    VEJAM MAIS ESTE!!!

  40. Luiz Carlos disse:

    VEJAM MAIS ESTE!!! (O YouTube é jóia…). Fiquei sabendo, vejam só, que o bispo RR Soares, do canal 7, é cunhado do bispo Edir Macedo….

  41. Odilo disse:

    Há uma reportagem da globo no início dos anos 90 que retrata bem a realidade da IURD. Nela são exibidas imagens do dono da Universal explicando como deveria agir para obter maiores ganhos com os seus seguidores. O pastor que faz a denúcia deixa claro que a IURD teve um início preocupado em pregar o evangelho, que de fato aconteceu, mas a IURD se corrompeu de tal forma que é possível ver isso no vídeo. Eu acredito na fé desse povo que frequenta a Universal, creio que eles recebam muitas graças, mas por misericórdia de Deus e não pela ação desses pobres pastores. Infelizmente há ganância e tratar a Universal como seita, não é tratar com incompreensão, intolerãncia, mas é tentar trazer à tona a verdade sobre esta denominação. Seita se refere a um grupo fechado, que partilha entre si as suas ideologias. Em se tratando dos líderes desta denominação não resta dúvida que é uma seita. Um grupo fechado, que ao contrário do que pregam vivem a ganãncia, a enganação.
    Quanto a folha, o globo ou qualquer veículo de comunicação tem e deve ter a liberdade de expressão, porém visando o bem comum, sempre sendo transparente e ética, não sendo partidário, expondo sua opinião de forma clara e não imperativa. Não vejo esta matéria como um ataque aos fiéis, mas um ataque contra a covardia desses líderes da IURD.

  42. SILVIA disse:

    Gostaria de expressar meu total apoio ao Roberto sobre o seu comentário, realmente nas diversas igrejas, sem excessões, que hoje falam em nome de DEUS, estão deixando a desejar, basta você freqüentar a todas que puder ir e verificar que esta havendo uma venda de tudo o que você pode imaginar, vende-se Fé, milagres, biblias, santinhos, velas, jornais, revistas, chavinha do céu, etc, se eu ficar aqui escrevendo não vai ter fim e o povo infelizmente, como disse, acredita em tudo pois o mesmo está discrente do homem e de suas leis da sua falta de amor ao próximo, então só resta a esperança em Deus, e ele mais uma vez é iludido e infelizmente esta colocando a sua esperança nas mãos dos homens que, mais uma vez, os esta enganando e eles cegos estão acreditando.
    Todas as religiões estão se baseando naquela frase na biblia que diz “nos finais dos tempos muitos virão em meu nome” e todas poem na cabeça de seus fiéis que eles é que estão corretos e por sua vez falam mal das outras religiões dizendo que a deles é que é a verdadeira e o povo fraco de mente, farto de tantas mentiras acaba acreditando naquilo que eles querem que eles acreditem é uma pena pois num país como o Brasil que tem tantas igrejas que pregam o nome de DEUS que falam tanto do amor ao próximo, esta deixando a desejar se todas as instituções religisas de nosso pais fizessem realmente o que se tem que fazer com o dinheiro do dizimo, com o dinheiro de tantas coisas que se vedem na casa de DEUS não teriamos tanta pobresa tanta fome tanta miséria em nosso pais ja que os nossos politicos nos tomam tanto dinheiro e não fazem o que deveria ser feito assim esta tambem as igrejas só querem dinheiro pra encher os seus cofres e bolsos.
    Eu tenho muita fé em DEUS, e acredito que Ele existe se não não estaria aqui perdendo o meu tempo, só quero dizer uma coisa estes homens de DEUS estão brincando com o nome D’Ele, que eles parem e pensem no que estaão fazendo com o povo isto tudo sera cobrado deles um dia com juros e correção monetária, e que o povo as pessoas que realmente acreditam em DEUS que pensem bem no comércio que esta acontecendo em todos os templos de DEUS e que Jesus condenou, hoje não esta diferente disso , procurem realmente ler a Biblia com mais atenção voces que idolatram as igrejas e religioes não se esqueçam JESUS disse ” Senão conseguirem seguir todos os mandamentos que a estes 1º Amai a DEUS sobre todas as coisas, 2º Amai o próximo como a ti mesmo.” e ai….

  43. Luis Carlos disse:

    Concordo plenamente com o comentário da Silvia e faço delas minhas palavras e acrescento que deixe claro que quando se refere a todos os templos esteja incluindo a principal religião que é a católica que sempre foi a doutrina mais rica, mais antiga e o maior latinfundiário do mundo.

  44. Luiz Carlos disse:

    Parabéns à Silvia e Odilo. A maioria de nosso povo, infelizmente, parece anestesiada e não percebe que assistem a certos programas na TV, que têm a função de “programar” o telespectador. A coisa é meia sintomática. Vocês notaram que a Rede Record mostra, constantemente, cenas da desgraça urbana (tiroteios e outros crimes). Para quê? Simples. Para atrair o público para a programação noturna da IURD, assim imagino. Assistindo a tais programas, certa feita, ví os testemunhos de pessoas que ficaram ricas do dia para noite. Num momento, deviam R$-300.000,00 na praça (ou mostravam um “bolo” de cheques devolvidos); dormiam de favor em casa da sogra; não tinham o que comer e, pouco tempo depois, saldam suas dívidas, compram três carros do ano; casa suntuosa e casa de praia. O pior, é que as pessoas que fazem os testemunhos, não têm o mesmo perfil daquelas que vemos no interior da Igreja. Agora, a verdade, nós a temos em vídeo. Está na Internet para todos verem. Mas, infelizmente, parece que existe uma “lavagem cerebral” coletiva que não deixa certas pessoas enxergar um palmo à frente do nariz. Os tentáculos dessa organização estão cada vez mais longos. Em cada setor importante de nosso país, lá está um deles. Seja na política; nas comunicações (este é o perigoso); na publicidade. Espero que a Justiça não seja atingida, caso isto esteja acontecendo. A orquestração é grande. A quem interessa nosso povo composto de pessoas desinformadas, sem saúde, educação e segurança? À classe política. Somente a ela, pois, mal comparando, se fizerem remédios que curem doenças, os grandes laboratórios irão à falência. Suas ações cairiam na Bolsa. O remédio tem que curar um mal e causar outro (efeito colateral). Da mesma forma, se o povo for informado, ter saúde, educação e segurança, qual será o discurso dos políticos? Como poderão prometer coisas? Como poderão dizer que irão asfaltar sua rua? Como poderão prometer acabar com a criminalidade e o problema da saúde? Quantos políticos se deram bem por décadas, dizendo que iriam acabar com seca do nordeste? E muito cuidado com o PAC. Será igual à fabulosa verba liberada para resolver o problema do asfalto nas estradas de nosso país. Conhece voce alguma que melhorou? Enquanto isso, vamos na política do “panis et circenses”. Enquanto derem bolsa família, cheque cidadão, vale gás e outros “benefícios” assistencialistas, o povo ficará quieto e de “boca aberta”, esperando sempre o peixe, em vez de ir pescá-lo. O mais deseparador são “caras pintadas”. Onde estão? O governo Collor, na frente desse, era pinto de um dia. Os vilões, naquele tempo, eram Collor e PC Farias. Hoje, é quase o Congresso inteiro, entre políticos e até servidores. E os caras pintadas continuam quietos, quietos e quietinhos. Nem o caos na educação consegue levantá-los. Mas, tudo bem. Palhaços de caras pintadas somos nós, que temos alguma informação, pois somos minoria, infelizmente, neste país. Sabe porque? Porque no dia 03 de outubro, o nosso povo irá às urnos, cumprir seu sagrado dever de cidadão e depositará seu voto, reelegendo os brilhantes políticos, como os que vemos ao longo de décadas, e dando oportunidades a outros não menos brilhantes, como Clodovil (ele já fez alguma coisa? Eu soube que ele ia decorar seu gabinete de rosa); o próprio Collor; Paulo Maluf, José Genoíno, Roberto Jefferson, Luiz Paulo, José Dirceu, Severino (faltaram poucos votos para ele ganhar), mais outros, e a maior revelação: Marcos Valério talvez se candidate a deputado, segundo boatos não confirmados. Ora, são homens limpos e dignos. Não foram condenados por nada e dificilmente o serão, pois, como congressistas, se der alguma bronca, é só renunciar e tudo morre no nascedouro. Têm seus direitos políticos assegurados. Se voce acha que ele não se elege, por favor, NUNCA aposte nisso… Essa é a minha triste visão do quadro pintado à nossa frente. Vamos nos indignar, amigos.

  45. Luiz Carlos disse:

    Amigos, procurem se informar sobre a LEI ROUANET. Espero que um dos tentáculos desse “polvo” nunca afete nosso honrado Judiciário, último bastião de nossa credibilidade. Transcrevo um artigo abaixo:
    Crivella, mercadores da fé e o projeto de roer (mais) verbas públicas
    Por Wellington Fontes Menezes 17/06/2007 às 04:26

    Projeto do senador Crivella tem como objetivo desviar dinheiro público proveniente dos recursos da cultura para aplicar em projetos de pseudo-evangelização. O Estado brasileiro é laico e por si mesmo, tal projeto é esquizofrênico. Se o projeto for aprovado na Câmara e Senado, na prática é mais dinheiro público destinada as máfias que utilizam da religião para crescerem e se galvanizarem em grupos bem articulados dentro do instuticionalismo estatal.

    O braço político das quadrilhas infiltradas como igrejas evangélicas pouco a pouco armam seus tentáculos dentro do aparelho institucional brasileiro. Várias são as denominações destas igrejas em nome do ?Senhor? com os mais criminosos interesses. Com a reestruturação de suas práticas empresariais, os mercadores da fé se galvanizam dentro do aparelho estatal através de sucessivas bancadas de políticos à serviço de uma máfia que aproveitam das falhas da lei para se reproduzirem (quando muito a mesma banca criam leis para usufruto próprio). Essas máfias da exploração da fé são larvas bem articuladas ejetadas pelo esterco da falência estatal. Verdadeiras quadrilhas com forte estrutura empresarial cuja finalidade é extorquir dos seus ingênuos e carentes fiéis até a última gota de centavo dos seus bolsos para a ?obra?. No jargão proliferado pelos mercadores da fé, a ?obra? é a igreja. Na prática, significa dar ímpeto aos interesses promíscuos de falsos bispos, pastores & cia. Simplesmente assusta o poderio econômico desses mercadores da fé. Seitas como a máfia da Igreja Universal que comprou a televisão RECORD. Hoje, a televisão de Edir Macedo, o capo da Universal, deixou a boçal programação do SBT do empresário e animador de auditório Silvio Santos para trás e já ameaça o monopólio de audiência da Rede GLOBO. Agora, Silvio dá seus pulos para não cair em desgraça engolindo prejuízos e a Globo assiste seus quadros migrarem para a televisão de Macedo. Quem consome tanto lixo televisivo: a grande maioria da população depauperada cuja única opção cultural (aliás, falta de opção!) é ficar prostrado diante da tela. Que país resiste a tanta mediocridade? Bom para a cultura da alienação, melhor para os negócios dos mercadores da fé. Os tentáculos não se restringem apenas em apropriação de cadeias de rádio e televisão: a política é o seu maior trunfo. O fenômeno não é recente e vem passado praticamente por debaixo do tapete da mídia e do pensamento crítico brasileiro. O caso mais recente é o projeto da figura estilizada de Edir Macedo, o senador pelo Rio de Janeiro, Marcelo Crivella do ridículo Partido Republicano Brasileiro (PRB), ex-Partido Liberal, braço partidário da Igreja Universal que tem no inexpressivo vice-presidente da República, José Alencar, sua maior figura política. Segundo matéria do jornal FOLHA de S. PAULO, Crivella quer roer parte das verbas da lei de incentivos cultural e audiovisual, a Lei Rouanet. Lembremos que os templos e igrejas pela legislação brasileira ficam isentos de praticamente todos os impostos. Trocando em miúdos, no Brasil, é mais fácil abrir uma igreja do que um boteco na esquina. Na matéria do jornal paulistano, Crivella quer que o Senado aprove “um projeto de lei que inclui os templos religiosos entre os beneficiários da Lei Rouanet”. Na prática, é a institucionalização do desvio de recursos públicos para a pseudo-evangelização destes verdadeiros templos da máfia religiosa. O avanço destes grupos mafiosos que tem como base a religião e a superexploração da boa-fé de desempregados, desesperados e desamparados por parte do esvaziamento do poder público e da apatia das religiões mais tradicionais, está cada vez mais permitindo a proliferação de um perigoso tecido necrosado dentro das estruturas de poder. A falência do Estado-nacional permite a criação e dispersão de organizações criminosas das mais diferentes estirpes e poder de atuação dentro e fora do território nacional. Podemos lembrar o caso da ex-União Soviética (URSS) que implodiu com um conjunto histórico de sucessivos fracassos de planejamento político-econômico, que se mostrou mais emblemático na queda simbólica do Muro de Berlim, refletindo na derrocada do socialismo estalinista. Com a queda do poder dos comunistas o poder mudou de lado e a URSS permitiu seu território se fragmentar com a criação de inúmeros países e cujas práticas políticas estão sendo cooptadas por máfias bem orquestradas e com vasto poder político e econômico (o próprio presidente russo, Vladimir Putin, é a representação política dessa nova classe de ?novos ricos?). A herdeira política da ex-URSS, a atual Rússia, é um exemplo bastante preocupante onde não existem limitações de interesses entre o público e o privado. A falência do Estado se fortalece com a diluição da política e a ampliação do descrédito da população por parte dos seus representantes das urnas, adicionados a uma série de mazelas do descaso público com faixas significativas da população (incluindo nessa massa explosiva um enorme contingente de trabalhadores desempregados ou subempregados, famélicos e descrentes de qualquer horizonte do futuro). Quando o Estado não permite que seu cidadão possa vislumbrar um futuro menos nebuloso para si e os seus familiares, é que tecnicamente poderíamos dizer de falência estatal. A nação deixa de existir como espaço público e projeto social, passando a sobreviver da fragmentação sob a batuta de uma draconiana lei da selva. Nesse espaço de decadência das instituições (incluindo também a distância social de grande parte das igrejas com fundamentação religiosa e práticas seculares), quadrilhas que em nome da fé e com leituras cênicas e circenses da Bíblia converte desiludidos em fiéis alienados. As promessas da imediatização dos desejos mundanos dos seus fiéis aliado à coleta ensandecida de dízimos constroem um caldo de cultura tão bizarro quanto bárbaro. Nas periferias dos grandes centros urbanos e agora, inclusos as médias e, até mesmo, pequenas cidades, é mais fácil encontrar um templo de alguma destas seitas criminosas do que o popular boteco da esquina. Voltando à ratoeira de Crivella. O pouco ilustre senador está de olho em uma verba para seus templos milionários que beira a quase 1 bilhão de reais provenientes do PRONAC (Programa Nacional de apoio á Cultura). Pode se pouco para quem movimenta através de contas fantasmas de templos e laranjas, bilhões não fiscalizados pela Receita Federal, porém mais uma fatia do dinheiro público que sendo afanado. Se tiver sucesso e passar pelo Senado e, posteriormente, na Câmara, o projeto do pastor-senador ou senador-pastor da Igreja Universal a serviço do seu tutor-mor, Edir Macedo, além de ser mais um escandaloso ato de corrupção institucionalizada, será também a efetiva parceira do crime organizado dentro do Estado, agora chancelado pelos seus congressistas. O Partido dos Trabalhadores (PT) e seus aliados no Congresso e o próprio governo Lula, por princípios da ética com o dinheiro público, tem a obrigação moral de barrar o projeto do roedor-senador. Com a subida ao poder, e por falar em ética que é nada mais que uma obrigação cívica, parece que o PT jogou parte de sua história na vala-comum. Todavia, o que mais preocupa é a postura de passividade que partidos e políticos da chamada “esquerda” se tornaram cada vez mais cínicos e sórdidos sem suas práticas políticas. Um caso mais emblemático é a atuação do próprio PT no Rio de Janeiro nas últimas eleições para governador. Em troca do apoio dos asseclas da Igreja Universal para a reeleição de Lula, o PT apoiou Edir Macedo representado pela candidatura do senador Crivella ao governo do Rio de Janeiro (por sinal, o mesmo senador que quer abocanhar as verbas da cultura para seus templos). Neste lamentável epsódio, o PT simplesmente deu as costas para seu candidato natural do partido, Palmeira, e subiu sem cerimônia no palanque do pupilo de Edir Macedo. O resultado final deu vitória à Sergio Cabral (PMDB), mas Crivella ganhou simpatia dentro dos colaboradores de Lula a tal ponto do senador ser sondado para ser líder do governo no Senado. A pergunta que fica no ar é bastante clara e preocupante: até que ponto a (quase) nada honesta classe dirigente brasileira permitirá o gerenciamento de bandos criminosos se mesclarem e proliferarem dentro do aparelho institucional do Estado. O sucesso das operações cinematográficas da Polícia Federal dos últimos meses tem demonstrado que o tecido político-institucional é muito mais poroso do que se imagina. Dessa maneira, deixa claro que não existe mais a separação entre interesses públicos e privados. Quando o assunto é dinheiro público, não resta dúvida que os mais cretinos interesses privados se ajustam dentro do orçamento público: prostituindo-o ao bel-prazer das máfias bem articuladas. Visto de um horizonte eminentemente político, o resultado é a ampliação vez maior da corrosão social e a falência institucional do Estado brasileiro. Um país onde se utiliza um livro sagrado para explorar seus cidadãos, como diz a anedota do então presidente francês, De Gaulle, em visita ao Brasil: este país não pode ser sério!

    Email:: wfmenezes@uol.com.br
    URL:: http://wfmenezes.blog.uol.com.br

  46. MAGNO EDSON S. DA SILVA disse:

    o pior cego é aquele que não quer ver, enquanto existir otário os pastores evangelicos não morreram de fome, aliás comprar um pedacinho do céu é preciso ser muito ignorante ou um desiliquilibrado mental, que muito das vezes paga os 10% do dizimo e vai dormir com fome.

  47. Paul Oak disse:

    Visão,sentimento,pela visão são apenas negocios,pelo sentimento…ai fica acritério de cada um de nós

  48. Susan disse:

    Sou protestante e nunca me ligaria a IURD, pois minha fé remonta à reforma de Lutero e essas religiões que surgiram estão mais parecidas com o catolicismo(é só ver a imensa fortuna tambem conseguida às custas do povo).Mas daí a atacar uma igreja se prevalecendo da liberdade de expressão, vamos ser justos:a mesma liberdade que a imprensa tem, os outros também tem de pregar o que acha certo, aceita quem quiser…

  49. Luiz Carlos disse:

    Olá, amigos. Não deixem de ver esse vídeo. Enviem-no aos seus parentes e amigos. Ele, certamente, não foge do assunto, pois tem a ver com a essência do fato aqui tratado e com a sujeira que vemos a cada dia… Seu narrador é uma pessoa muito querida por nós.

  50. Dourado disse:

    Não pertenço à IURD, mas meu comentário é na verdade somente pra dizer q o idiota lá mais pra cima que se identificou como prof. chico lobo, nem sabe o que fala. citou antigo e novo testamento? lei do antigo testamento? valha-me… o cara nem sabe o que diz… acho que nunca abriu uma biblia…

    Kra, que escrever artigo sobre religião, pelo menos lê antes algo sobre o que vai dizer pra não sair dizendo bobagem.

    Qto aos ataques da globo, só não vê quem não quer, que trata-se de puro desespero por perda de audiência…

    E se é pra acabar com a pilantragem, não teriam por acaso no brasil algum lugar, tipo assim, 2 torres juntas, onde se pudesse lacrar e mandar todos os seus ocupantes trabalhar?… será que por lá o roubo (ou rombo) não é bem maior que na IURD? ou será que na IURD tb tem Cartões…

  51. Leone disse:

    Para os ignorantes do fórum, que não sabem o que significa seita, leiam abaixo a definição do dicionário Aulete.

    E ninguém fala desse monte de programas evangélicos, em quase todos os canais e horários. Os canais são concessões publicas e suas programações devem ser voltadas para todos os públicos, e não só para os evangélicos.

    É um porre aturar aqueles pastores gomalinados, convencendo aos seus seguidores que devem dar mais dinheiro nas fogueiras da igreja, e tentando levar para lá os atuais falidos, traídos, possuídos, enfeitiçados, macumbados, desempregados, e tirar deles o que lhes resta de dinheiro.

    Para os crédulos dê: em que acreditar, pão e circo.

    Parabéns ao Roberto, ao Luiz Carlos e a jornalista Elvira Lobato

    Definição de seita no dicionario Aulete:

    (sei.ta)
    sf.
      1 Rel. Grupo de seguidores de uma crença (seita religiosa)
      2 Fig. Rel. Conjunto de pessoas que professam a mesma doutrina religiosa
      3 P.ext. Grupo de pessoas que seguem qualquer doutrina, princípio, sistema etc.
      4 P.ext. Qualquer organização social cujos componentes defendam os mesmos princípios ; PARTIDO; FACÇÃO
      5 Doutrina de um mestre seguida por diversos discípulos
      6 Soc. Grupo de indivíduos que se organiza voluntariamente e se fixa em lugar afastado do convívio social

    [F.: Do lat. secta -ae.]

  52. Atefah disse:

    Sinceramente, acho que todos que não deram importância para isso, não tem noção mesmo de como anda o problema social dos brasileiros. Olha, se ninguém quer cumprir o papel de cidadãos e vendo quem está movimentando milhões em nosso país, então não consideram mesmo a grave situação do país. Em um país onde muitos passam fome, e a falta de educação é tamanha… Um fulaninho ficar “rico”(para não dizer milionário) as custas do povo, é uma boa de uma sacanagem!Não interessa se é envolvendo fé, o diacho a quatro que for!… Dinheiro não deixa de ser dinheiro… E se apoiando no “respeito aos muitos analfabetos que buscam conforto no calor e seio da universal” podemos deixar a máfia rolar? Então está ótimo isso…
    Ninguém se incomoda? Então está bem…
    Viva a nossa miséria!!

  53. veroca disse:

    SOU RENASCER!!!

    EU NÃO VOU PELO HOMEM.E SIM PELA FÉ.
    ME PREENCHER DA PALAVRA DO SENHOR.TER SABEDORIA PARA VIVER,
    E O QUE EU GOSTO DA RENASCER,QUE VC OUVE A PALAVRA
    EU NÃO ENTEDIA A BIBLÍA E PASSEI ORAR.
    VC SAI FORTALECIDO,DE QUE TUDO VC PODE NAQUELE QUE TE
    FORTALECE.EU NUNCA DOEI AQUILO QUE EU NÃO POSSO.
    PENA QUE OS HOMENS PERCAM TEMPO PARA PROVAR DEUS.
    PENA QUE AS EWMISSORAS PERCAM TEMPO EM PROVAR QUEM É
    QUEM.AO INVÉS DE RECUPERAR OS JOVENS DESTE MUNDO PERDIDO
    DE PAIS DE FAMÍLIAS QUE ESTÃO DESEMPREGADOS,DOS SALÁRIOS ALTOS
    DOS GOVERNANTES DESTE PAÍS.
    ENQUANTO TEM A GUERRA,ALGUÉM ESTA DESVIANDO ALGO MUITO GRANDE
    E NINGUEM ENXERGA.

  54. […] In Blog no IBest 2008* Veja mais: Demitida por orgasmos ganha processo contra a Globo Igreja Universal move ações orquestradas contra jornais e repórter. Segundo Globo Online Depois de atuar em filmes adultos, Alexandre Frota se diz […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: