Sem o Capitão Nascimento, “Fracos” não pede para sair e leva quatro prêmios

oscar.gif

Foi o tempo em que o início das premiações da academia era aguardado com ansiedade. O Oscar chega a sua octogésima edição, sem graça, sem novidades e com filmes muito abaixo da crítica.

Os apresentadores originais e os comentaristas nacionais (Mariana Beltrão e José Wilker) também não são exceção, falta brilho sobra obviedade em tudo. Enfim nada surpreende e isso é muito grave para uma atração com quatro horas de duração. Estou até agora tentando descobrir qual dupla é pior: Chico Pinheiro e Leci Brandão ou Mariana Beltrão e José Wilker.

Pelo jeito não fui só eu que achei o Oscar bem abaixo da espectativa, o portal G1 veiculou que está edição teve a pior audiência da história. veja aqui.

E vocês, leitores do In Blog o que acham sobre tudo isso. Participem com comentários.

Confira a lista dos vencedores:

Melhor Filme
“Onde Os Fracos Não Têm Vez”

Melhor Diretor
Ethan Coen e Joel Coen (“Onde Os Fracos Não Têm Vez”)

Melhor Ator
Daniel Day-Lewis (“Sangue Negro”)

Melhor Roteiro Original
“Juno” (Diablo Cody)

Melhor Documentário
“Taxi to the Dark Side”

Melhor Documentário de Curta-Metragem
“Freeheld”

Melhor Trilha Original
“Desejo e Reparação” (Dario Marianelli)

Melhor Fotografia
“Sangue Negro” (Robert Elswit)

Melhor Filme Estrangeiro
“Os Falsários” – “Die Fälscher” (Áustria)

Melhor Montagem
“O Ultimato Bourne” (Christopher Rouse)

Melhor Atriz
Marion Cotillard (“Piaf – Um Hino ao Amor”)

Melhor Mixagem de Som
“O Ultimato Bourne” (Scott Millan, David Parker e Kirk Francis)

Melhor Efeitos Sonoros
“O Ultimato Bourne” (Scott Millan & David Parker e Kirk Francis)

Melhor Roteiro Adaptado
“Onde Os Fracos Não Têm Vez” (Joel Coen e Ethan Coen)

Melhor Atriz Coadjuvante
Tilda Swinton (“Conduta de Risco”)

Melhor Curta de Animação
“Peter & the Wolf”

Melhor Curta Documentário
“Le Mozart des Pickpockets”

Melhor Ator Coadjuvante
Javier Bardem (“Onde Os Fracos Não Têm Vez”)

Melhor Direção de Arte
“Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet” (Dante Ferretti)

Melhores Efeitos Visuais
“A Bússola de Ouro” (Michael L. Fink, Susan MacLeod, Bill Westenhofer e Ben Morri)

Melhor Maquiagem
“Piaf – Um Hino ao Amor” (Didier Lavergne e Loulia Sheppard)

Melhor Animação
“Ratatouille”

Melhor Figurino
“Elizabeth: A Era de Ouro” (Alexandra Byrne)


Leia mais:

Filme Tropa de Elite conquista o Urso de Ouro em Berlim

Meu Nome Não É Johnny ultrapassa a marca de 1 milhão de espectadores – assista o trailer.

Saiu a lista de indicados ao OSCAR 2008!

Filme nacional do mês: Dois perdidos em uma noite suja

Vantagens In Blog:

TV LCD 19 de R$ 899,00 por R$ 809,10 para os leitores do In Blog

Ventilador de Teto Latina Silenzio 10% off! Apenas para leitores do In Blog.

Desconto Exclusivo In Blog! Lançamento Clube do Lar Purificador Latina Purifive 10% off!

Agora você tem desconto no mais bacana restaurante japonês de São Paulo

One Response to Sem o Capitão Nascimento, “Fracos” não pede para sair e leva quatro prêmios

  1. marcio disse:

    Me parece que o Tropa de Elite vai poder concorrer ao Oscar no proximo ano, ainda que tardiamente pois toda euforia em torno dele já terá passado a chance é boa, nunca entendi porque ele não foi nosso indicado já neste ano.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: