Cafetina brasileira cagueta e governador de NY pede pra sair

013982534-ex00.jpgEliot Spitzer, que renunciou ontem, envolveu-se com uma rede de prostituição.
A cafetina brasileira Andreia Schwartz ajudou na investigação, diz o ‘New York Post’.

Uma cafetina brasileira ajudou os investigadores norte-americanos no caso que levou à renúncia do governador de Nova York, Eliot Spitzer, afirma em sua edição desta quinta-feira (13) o jornal “New York Post”.

Andreia Schwartz, que já havia sido detida pelas autoridades dos Estados Unidos por cafetinagem, foi a “fonte confidencial” dos investigadores que apuravam a rede de prostituição na qual Spitzer, casado e pai de três filhos, esteve envolvido -ele foi cliente de ao menos uma das garotas.

Segundo o jornal nova-iorquino, Andreia teria sido deportada para o Brasil nesta quarta-feira -mesmo dia em que Spitzer renunciou, pressionado por políticos de seu partido, o democrata.

Antes de se tornar cafetina, Andreia teria trabalhado no Emperors Club VIP -a casa de prostituição com a qual o governador de Nova York tinha relações. Depois, ela montou seu próprio bordel. Segundo o jornal, ela tinha entre seus clientes pessoas famosas.

Ela foi presa em 2006. No seu julgamento, a brasileira admitiu ser culpada das acusações de prostituição e de posse de drogas. Aceitou as acusações da corte e recebeu imunidade dos procuradores federais norte-americanos.

Diz a reportagem do “New York Post” que Andreia foi sentenciada no dia 4 de fevereiro deste ano, mas permaneceu na cidade “misteriosamente” por mais de um mês -e só deixou a cidade no dia em que Spitzer renunciou.

Os procuradores federais que acompanharam a investigação no Emperors Club VIP disseram que haviam ouvido em 2006 falar de uma mulher que estava ajudando a apurar o caso.

“Essa mulher era Schwartz -e ela se tornou uma ‘fonte confidencial'”, diz a fonte (cuja identidade não foi revelada) do jornal “New York Post”.

Essa fonte do diário diz que Andreia teria providenciado documentos que ligaram o governador de Nova York à rede de prostituição. Entre os documentos estariam cheques pagos ao bordel.

013982893-ex1.jpg

O jornal nova-iorquino questionou o advogado de Andreia, Anthony Lombardino, sobre a relação da brasileira com o caso Spitzer. Ele disse “não ter a resposta”.

Dois dias depois de ter seu nome envolvido num escândalo sexual, o governador de Nova York, Eliot Spitzer, anunciou sua renúncia nesta quarta-feira (12). Ele vai deixar o cargo na próxima segunda-feira.

Em seu discurso, ao lado da esposa, ele voltou a pedir desculpas ao povo de Nova York. Mas novamente não detalhou sua relação com o escândalo sexual, que afirma ser um “assunto privado”.

A relação de Spitzer com a rede de prostituição não está clara na reportagem do “New York Times”. Mas fontes acreditam que o governador seria um dos clientes do Emperors Club VIP, um famoso bordel de Washington que foi alvo de uma operação da Justiça federal dos Estados Unidos -em que quatro pessoas foram presas na semana passada.

Na tarde de segunda-feira, ele pediu “desculpas ao público” e a sua família, mas não especificou o motivo. “Agi de uma forma que violei as obrigações para com minha família, e que de alguma maneira quebra meu sentido do bem e do mal”, disse Spitzer ao lado de sua esposa.

Spitzer deu a entender que considera o assunto particular e admitiu sua decepção pelo que considerou “um fracasso” pessoal. “Agora vou me dedicar a recuperar a confiança da minha família”, afirmou o político democrata.

Atendimento VIP

Segundo blogs norte-americanos que investigam o fechamento do Emperors Club VIP, o bordel oferecia 50 prostitutas em Nova York, Paris, Washington, Miami e Londres.

Os encontros entre as mulheres e os clientes eram todos feitos principalmente através da internet. As garotas cobravam entre US$ 1.076 e US$ 5.921 por hora (algo entre R$ 1.800 e R$ 10 mil).

Spitzer é do Partido Democrata e fez campanha prometendo uma reforma ética.

Autoridades da administração de Nova York não confirmaram o jornal se a relação do governador com a rede de prostituição está ligada à prisão deste famoso bordel. Mas uma pessoa próxima ao governador disse ao “The New York Times” que acredita que ele era cliente -sua relação estaria comprovada em documentos em poder da Justiça.

Spitzer é do Partido Democrata e fez campanha prometendo uma reforma ética.

Autoridades da administração de Nova York não confirmaram o jornal se a relação do governador com a rede de prostituição está ligada à prisão deste famoso bordel. Mas uma pessoa próxima ao governador disse ao “The New York Times” que acredita que ele era cliente -sua relação estaria comprovada em documentos em poder da Justiça.

Fonte: G1


Veja mais:
Se continuar assim São Paulo vai parar
Lindsay Lohan, princesinha americana nua e de graça
Guerra na América do Sul? Como ficaria o Brasil?
Vantagens In Blog:
TV LCD 19 de R$ 899,00 por R$ 809,10 para os leitores do In Blog
Ventilador de Teto Latina Silenzio 10% off! Apenas para leitores do In Blog.
Desconto Exclusivo In Blog! Lançamento Clube do Lar Purificador Latina Purifive 10% off!
Agora você tem desconto no mais bacana restaurante japonês de São Paulo

11 Responses to Cafetina brasileira cagueta e governador de NY pede pra sair

  1. JOÃO Ananias MACHADO disse:

    Já, já, será a cafetina internacional eleita Senadora com 99,99% dos votos brasileiros, sem antes ser convidada pela Playboy para posar nua e aumentar, mais ainda, os seus “dotes patrimoniais”! Êta brasilzinho “esculhambado”. Em tudo que não presta, está ele na vanguarda!

  2. Lili disse:

    Brasileiras sao vistas internacionalmente como prostitutas e vagabundas.
    E muito triste.

  3. o povo critica mas financia tudo isso, o amigo acima falou

    JOÃO Ananias MACHADO Disse:
    (sem antes ser convidada pela Playboy para posar nua e aumentar, mais ainda, os seus “dotes patrimoniais”!)

    ai que tá o povo compra a revista , busca a foto na internet da ibope pra esse tipo de coisa por isso nunca muda…

    A Maneira como somos vistos internacionalmente é de ter belas mulheres,só que aos olhos dos “gringos” as mesmas belhas mulheres tem fama de ser facei$

    então o brasil vende isso descaradamente,enquanto o gringo vir pra qui da o dinheiro dele,gastar com o quer for e com quem for rs isso nao muda!

  4. jose carlos voltarelli disse:

    Eta paizinho filho da p….. Tudo que não presta somos os primeiros; até o Bush faz piada-verdade quando diz que: foi só lançar o primeiro astronauta brasileiro ao espaço e já sumiram com o planeta Plutão. Só quem não viaja não sabe que o Brasil tem a fama de ser o BORDEL DO MUNDO” e o pior passaporte (podre). Cazuza tinha razão quando urinou na bandeira?! perdemos a vergonha e somos 5 quinto mundo.

  5. José Guimarães disse:

    Bem, ela queria projeção.
    Conseguiu mais que isso, sem curso nenhum.
    De volta ao Brasil, capa da Playboy, BBB9, Casa dos Artistas…
    Antes, entrevista no Faustão, Divã do Silvio Santos, Gugu, Hebe, Eliana, Márcio Garcia… Nem sei qual deles conseguirá entrevistá-la primeiro.
    Depois, um programa só dela, no SBT, do tipo “Como vai Andreia!”.
    Rsrs!
    As gatinhas de lá que se cuidem!
    Quer mais?
    Bem, não sou vidente para adivinhar.

  6. Pedro Marques disse:

    Sempre tem um brasileiro/brasileira envolvido nesses escandalos sexuais gringos, já não fico nem um pouco impressionado.

  7. Excelente o blog. Virei visita-lo muitas vezes mais. O estilo e o conteúdo do site são do tipo que aprecio. Parabens à Insight Publicidade. É cada vez mais comum – mas ainda longe de ser habitual – que empresas criem e produzam sus próprios blogs. É uma bela idéia de marketing. Parabéns.

  8. Peter Calmon disse:

    Eu me orgulho de ser um norte americano pois pelo menos nossos políticos são dignos na função que exercem o governador do NY renunciou quantos políticos brasileiros não estão envolvidos em escândalos muito mais abrangentes e ficam na moita e quanto as mulheres brasileiras não há o que falar só sabem exercer esta profissão no mundo inteiro.

  9. […] G1 Veja mais: Cafetina brasileira cagueta e governador de NY pede pra sair Demitida por orgasmos ganha processo contra a Globo Cheque pré sem fundo não é mais crime, […]

  10. jeremy stell disse:

    ho ! num tem jeito mesmo as brasileiras só servem para ser putta no meu país parece que elas nesceram pra isso.

  11. Nico Silva disse:

    É isso que o nosso País exporta ! É uma vergonha, tanta coisa para divulgar e toda a mídia se volta para uma Prostituta.
    O pior foi vê-la utilizando acessos restritos em Aeroportos. TERIA QUE DEIXAR ESSA VAGABUNDA PEGAR FILA PARA CHECK-IN.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: