Governo brasileiro paga R$ 400.000,00 à “terrorista” e R$ 500,00 para a vítima

212.jpg

Dois amigos revisitaram, em São Paulo, um lugar onde, há 40 anos, transformaram-se em vítimas de um atentado terrorista. Para um deles, que perdeu uma perna, a injustiça continua.O prédio na avenida Paulista é um dos mais famosos de São Paulo. O conjunto nacional hoje é um centro comercial com lojas, restaurantes e cinemas. Nos anos 60 ali funcionava também um alvo perfeito para o terror: o consulado dos Estados Unidos em São Paulo.

Nesta quarta-feira os amigos Orlando Lovecchio e Edmundo Mendonça têm direito a vaga preferencial. Naquela época, Orlando também usava o lugar como estacionamento. Estudante universitário, ele morava na região e alugava uma vaga no prédio. Sem querer, os dois se viram envolvidos num dos episódios da luta armada entre militantes radicais de esquerda e a ditadura militar. Era madrugada do dia 19 de março de 1968.

“Quando viramos, vimos ali, exatamente naquele cantinho um negócio grande de umas quatro polegadas, cinco polegadas de diâmetro saindo fumaça de dentro e achamos que era um curto-circuito e resolvemos chamar o guarda que a gente conhecia pra ver, falar que tava pegando fogo. Infelizmente, não era pegando fogo, eram quatro bananas de dinamite, que em segundos explodiu. Foram 90 dias de hospital e nove cirurgias com anestesia geral. Depois de oito dias, eu tive que amputar a perna”, conta o anistiado Orlando Lovecchio Filho.

Mas um outro pesadelo ainda estava para começar. Os amigos ainda estavam no hospital quando foram ouvidos pela polícia como suspeitos pela autoria da explosão no prédio do conjunto nacional. Eram os primeiros de muitos depoimentos.

“Eu estava sob o efeito de sedativos, mas eles não queriam saber, me arrancaram do quarto, levaram minha cama para um lugar isolado”, diz o anistiado Edmundo Mendonça.

“A minha casa foi toda revistada, queriam ver os livros que eu lia, nós tínhamos uma coleção de bíblia em casa, levaram a coleção de bíblia e depois voltaram, né, o que um cara vai fazer com uma bíblia no terrorismo?”, comenta Orlando.

O atentado só foi esclarecido com o depoimento, em março de 1971, de Sérgio Ferro Pereira, um dos participantes da ação. Ele disse que recebeu instruções sobre o uso de explosivos de Diógenes José de Carvalho Oliveira, um dos chefões da VPR, a vanguarda popular revolucionária, grupo de extrema esquerda que organizou atentados durante a ditadura.

Nesta quarta-feira o jornalista Elio Gaspari revelou que o autor do atentado e sua vítima tiveram tratamentos diferentes do governo.

Orlando ganhou, em 2004, apenas o direito a uma pensão vitalícia, que hoje é de R$ 571.

Diógenes, beneficiado por uma lei que trata de reparações econômicas a presos ou torturados pelo regime, recebeu 400 mil reais de indenização e mais uma pensão mensal de 1,6 mil reais, o triplo do que ganha Orlando, a vítima.

Diógenes seguiu carreira como advogado e trabalhou em administrações do PT em Porto Alegre e chegou a ser tesoureiro do partido, do qual se desfiliou.

Fonte: G1


Veja mais:
Se continuar assim São Paulo vai parar
Lindsay Lohan, princesinha americana nua e de graça
Guerra na América do Sul? Como ficaria o Brasil?
Vantagens In Blog:
TV LCD 19 de R$ 899,00 por R$ 809,10 para os leitores do In Blog
Ventilador de Teto Latina Silenzio 10% off! Apenas para leitores do In Blog.
Desconto Exclusivo In Blog! Lançamento Clube do Lar Purificador Latina Purifive 10% off!
Agora você tem desconto no mais bacana restaurante japonês de São Paulo

7 Responses to Governo brasileiro paga R$ 400.000,00 à “terrorista” e R$ 500,00 para a vítima

  1. JOÃO Ananias MACHADO disse:

    Nada a comentar, mas criticar, dizendo que, antes de palavra masculina, não há crase. Logo:, “à terrorista” está errado.

  2. Luiz Eloy Oliveira disse:

    Mais um absurdo jurídico promovido pelo nosso “grande ” judiciário. É mas uma prova cabal da sua incompetência. O Brasi só poderá almejar alguma coisa no mundo moderno quando tiver reformulado drasticamente o judiciário. Mas é o povo quem tem que fazer isso, ou seja, elegendo políticos comprometidos com os grandes problemas do país e não com seus interesses particulares. Mas como conseguir isso com um povo despreparado politicamente como o nosso? É preciso, além de muita fé em Deus, ter muita esperança estocada para pensar um Brasil como um país do futuro.

  3. Daniela disse:

    Acho um absurdo este tipo de tratamento que o governo dá a alguns criminosos, sim poís uma atitude terrorista é crime. Por esse e muitas outras desigualdades que a nossa pátria amada nunca para de dar suas encatnhadas como país desenvolvido.

  4. Guilherme disse:

    Vindo de onde veio, não me assusta, mas muito me envergonha, o mutilado pode viver com uma esmola, o terrorista recebe uma bolada, eu não acredito mais neste país, chegamos, os esperançosos, ao fundo do poço, o que dizer da justiça? é censitária sim, e ao que nos parece, protege os filiados do PT…
    Lembram-se daquela selvageria no Congresso?, o líder também foi premiado, o estado brasileiro está de luto.

    Guilherme Filho

  5. terramel disse:

    Deveriam matar esse Diógenes terrorista filho da puta. Tinha que ser essa corja petista mesmo! País de merda -.-

  6. Dionisio Stefani disse:

    Ao ler as opinioes de cidadãos brasileiros, fico imensamente triste por sentir que seus pensamentos estao sempre ligados a posturas políticas e um linguajar chulo. Suas indignações, deveriam ser conduzidas para a cultura e mudança social, para no futuro evitar erros jurídicos e atos de vandalismo capazes de ocasionar injustiças como a citada neste texto. Sejamos mais proativos em relação ao futuro de nosso pais, assim poderemos recontruir uma sociedade suficientemente madura e se opor de forma eficaz e eficiente para combater os maus profissionais investidos de poder de decisão.

  7. Darcymires do Rêgo Barros disse:

    Sinto-me cada vez mais envergonhado de viver sob um governo em que só os espertos é quem têm vez!!! O que se pode esperar desses salvadores da pátria? Resta-nos rezar, pois “DEUS é brasileiro”??!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: