Reviravolta em São Paulo! Kassab dispara em pesquisa! Candidatura de Alckmin terá fim em convenção do PSDB?

politicos.jpg
Ontem foi divulgada uma pesquisa feita pela Toledo & Associados com números para lá de felizes aos simpatizantes do atual prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, nela o candidato aparece em primeiro lugar na pesquisa espontânea – em que os eleitores citam um candidato sem nenhuma lista de estímulo – com 21,1% das citações, seguido por Marta, com 12,6% e Alckmin, com 9,9%.

Alckmin deveria repensar seu futuro político, pois o tempo está jogando contra o candidato, a cada dia que passa menor é a lembrança do eleitorado paulistano. Antes de ser oficializado como candidato pelo PSDB, o mesmo deverá se submeter a convenção partidária, o que parece ser um grande entrave em seu pleito municipal. Geraldo Alckmin não parece gozar do apoio da maioria dos delegados de seu próprio partido, talvez essa repulsa seja proveniente de sua forma peculiar de lidar com seus aliados enquanto esteve em situação favorável como governador de São Paulo ou disputando a eleição presidencial de 2006.

Me pergunto qual será o discurso de Alckmin numa eventual candidatura. Criticará a atual gestão, esquecendo que 80% dela é composta por membros do seu partido? Ou prometerá mudanças para melhor, como fez na candidatura para governador?

Conversei com muitos membros dos dois partidos, só ainda não tive a oportunidade de perguntar à Alckmin sobre sua promessa não cumprida de reduzir o preço dos pedágios, nem indagá-lo sobre a fábrica de incapazes que é a “aprovação automática” nas escolas estaduais.

É muito difícil, para o empregador, solicitar empenho de um jovem que passou pela escola sem precisar se esforçar. Criou-se uma mentalidade negativa sobre pessoas que ainda estão em formação psicológica e ainda não perceberam o mal que isso lhes trará na vida.

Se for derrotado na convenção, o que restará ao candidato? Já vou avisando que o síndico do meu prédio é ótimo, não temos interesse em substituí-lo.

Se for vitorioso ainda correrá o risco de perder as eleições, o que seria catastrófico para ele. Porém se ganhar as eleições, não poderá sair candidato em 2010, isto é, se tiver responsabilidade para com o povo paulistano.

É a primeira pesquisa que reflete aquilo que venho presenciando há tempos, a preferência dos paulistanos por Kassab. É engraçado escrever um artigo como esse no In Blog, já fui chamado de tucano, democrata e agora só me falta ser chamado de petista mas, pelo visto, hoje não será esse dia.

O jornal Estado de São Paulo publicou uma matéria com mais informações sobre a pesquisa, caso você se interesse, clique aqui para ler.

Algo de estranho está acontecendo no PT, enquanto a Dona Marta afirma não ser candidata: “Eu não disse que sou candidata, não disse nada sobre o apoio do presidente Lula. Não confirmo nada”, seu partido diz exatamente o contrário, veja mais.


7 Responses to Reviravolta em São Paulo! Kassab dispara em pesquisa! Candidatura de Alckmin terá fim em convenção do PSDB?

  1. Ronaldo Lino disse:

    Pesquisa encomendada pelo DEMO! engraçada a asuper reação do kassab!

    Abraço a equipe do insight!

  2. Luiz disse:

    Esse post é de uma falsidade intelectual impressionante. Coloca a pesquisa toda, incuindo a estimulada , onde o Alckmin lidera. Quanto aos seus informantes no PSDB, acho melhor trocá-los, ou pelo menos ouvir os que não fazem parte do holerith. Lamentável.

  3. Caro Luiz, falsidade intelectual uma pinóia, pelo que sei a democracia foi conquistada a duras penas no Brasil. É direito meu discordar de algo e até lhe dei espaço para expor seu ponto de vista.

    Se o senhor se desse o trabalho de ler o artigo até o fim, perceberia que dou o link para o leitor ver a pesquisa inteira, porém, a meu ver, a pesquisa que vale é a espontânea.

    Não tenho informantes no PSDB…

    Um homem deve ter todo cuidado na escolha de seus inimigos, eu por exemplo, não tenho nenhum que não seja idiota.

    Atenciosamente,

    Marcelo Vitorino

  4. Allan Fonseca disse:

    Se me permite a discordância, tenho motivos de sobra para crer que a metodologia desta pesquisa destoa um pouco das demais. Lembro-me, por exemplo, de um levantamento realizado há alguns meses que dava números parecidos com esses que você publicou, em que, antes da pergunta sobre intenção de voto, traçavam um verdadeiro raio-X da gestão Kassab, influenciando, de certa maneira, as respostas a seu favor.
    É muito estranho que, em um mês, Kassab tenha crescido tanto e até superado Marta Suplicy no segundo turno, sendo que o último Datafolha dava uma vitória tranqüila à petista nas simulações do gênero. Com o agravante de que este último mês foi dos mais infelizes para o atual prefeito, devido às fortes chuvas e todos os seus caóticos desdobramentos no trânsito e nas enchentes.
    Com relação à candidatura Alckmin, vejo-a como consolidada, irreversível. É uma questão de sobrevivência política para ele. O governador Serra, infelizmente, agindo estritamente a fim de suas ambições pessoais de chegar à Presidência da República, asfixiou o grupo aliado de seu antecessor. Fez de tudo para reduzir Alckmin a um papel que, pelos seus quarenta milhões de votos na eleição nacional, definitivamente não lhe cabe.
    Acontece que Alckmin tem muita força também dentro do partido, possivelmente mais que o próprio Serra. Viu-se isto, por exemplo, na definição do líder tucano da bancada da Câmara dos Deputados, em que Aníbal, com o apoio do primeiro, bateu facilmente Madeira. E, não sei se por inabilidade política ou outra razão, Serra vem cometendo um erro estratégico primário, infantil, em relação a seus planos para 2010, jogando o peso político de Alckmin no colo de Aécio Neves.
    Por isso, não me espantarei nem um pouco se o mineiro prevalecer nas prévias presidenciais. Serra é muito ruim de articulação política. Deixa picuinhas pessoais atravessarem a confecção de acordos e alianças. Não percebe que a desagregação do PSDB de São Paulo é tudo de que Aécio Neves necessita para consolidar sua posição de postulante à candidatura. Não percebe que, inflando Alckmin, ao invés de relegá-lo às sombras, teria uma base e um argumento para sair do governo em 2010 e se candidatar à Presidência com chances reais de vitória.
    Obrigado,
    Allan

  5. Ronaldo você tem como comprovar esta acusação? Ela é grave e a alcunha “DEMO” é pejorativa. Lembro que a intenção do In Blog é discutir os assuntos democraticamente e não criar uma reação descabida pela divulgação de uma pesquisa encomendada por um grupo idôneo.

  6. Mauricio disse:

    É engraçada, essa queda brusca do governador????!!!!
    Bem de qualquer forma eu ainda acho que deva haver uma conciliação entre os dois, pois se partirem para uma carreira solo, seram engolidos pelo adversário que vira na terceira via. Principalmente que um nao podera falar mal da gestão do outro, pois trata se de um continuimos do governo.
    O PT está só nos bastidores , esperando o vencedor dessa briga de galo, até pq nao tem outro candidato a não ser a Marta.
    ABRA O OLHO TUCANOS E DEMO

  7. jovino casagrande neto disse:

    PREPAREM OS SEUS CORAÇÕES, ENDEMONIADOS OPOSITORES DO PREFEITO KASSAB: DEPOIS DE PRESTES MAIA, DE JÂNIO DOS ANOS 50, DO BRIGADEIRO FARIA LIMA E DE PAULO MALUF, O MELHOR PREFEITO DE SÃO PAULO FOI O DOUTOR KASSAB. EXCONJUREM, PETÊS DA MORTE, TUCANOS DE MERDA.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: