De o último adeus pela web, Inglaterra lança funeral pay per view.

divina01.jpg

SÃO PAULO – Uma funerária inglesa está oferecendo serviços de vídeo conferência pela web para enterros e crematórios.

A idéia da Wesley Music é que parentes dos falecidos contratem o serviço para permitir que amigos e parentes sem tempo de ir pessoalmente ao velório possam aparecer ao vivo numa tela LCD instalada próxima ao caixão para desejar condolências à família do morto.

A família não paga nada pelo serviço. A funerária quer lucrar cobrando uma taxa de quem se logar na vídeo conferência. A idéia é chamada de funeral pay per view.

A empresa acredita que a tecnologia tem grande potencial, dada a crescente dificuldade das pessoas de se deslocar de suas casas ou trabalho para comparecer a eventos inesperados, como um funeral.

Ao apresentar sua idéia à mídia inglesa, Alan Jeffrey, diretor Wesley Music, negou que a tecnologia seja uma idéia macabra. Jeffrey espera fornecer o sistema também em festas de casamento e batismos.

A lógica é a mesma. Quem não puder ir à festa, pode acessar o endereço virtual do evento e entrar na sala de vídeos ao vivo para desejar felicidade aos noivos ou saúde ao recém-nascido.

Fonte: Revista Info


Blogs Amigos:
NAMONEURA Desabafos de uma namorada normal. Anormal são vocês!
PERGUNTE AO URSO Tudo aquilo que você não sabia para quem perguntar
CLUBE DO LAR Pensou em casa, já está nele
YAMAAI O melhor restaurante japonês da Vila Olímpia
TUCANOJOVEM Juventude do PSDB – Capital SP

One Response to De o último adeus pela web, Inglaterra lança funeral pay per view.

  1. Rodrigo Cardenuto disse:

    A idéia não chega a ser original: é apenas um aperfeiçoamento de um serviço oferecido pelo Grupo Vila, dono de funerárias e cemítérios aqui no Nordeste. Desde 2004, pelo menos, os velórios do cemitério Morada da Paz, em Natal/RN, podem ser transmitidos via internet por uma webcan montada no local, e as pessoas que não podem comparecer mandam suas condolências via e-mail. Na época em que foi criado, o serviço foi motivo de várias reportagens, inclusive no “Estadão.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: