“Sou gordinha e muito gostosa”

Quem não tem uma amiga que vive dizendo que está gorda? Ao contrário do que todos pensam, nem toda menina é viciada em dieta. A CAPRICHO conversou com garotas gordinhas que assumiram seus pesos e são felizes assim.

Atire a primeira pedra quem nunca olhou atravessado ou soltou alguma piadinha ao ver um casal formado por alguma menina mais gordinha e um cara magro, saradão ou simplesmente normal. “O amor é cego”, é o que se costuma ouvir nessas horas.

Mas o que muita gente não imagina é que, enquanto a grande maioria adota padrões de beleza quase sempre inatingíveis (e tenta desesperadamente perder alguns quilinhos para entrar na tão sonhada calça 36 e, só assim, conquistar alguém para chamar de seu), há quem não dê a mínima para isso.Quem aí nunca ouviu falar de Beth Ditto? A vocalista do The Gossip é gorda (ela diz pesar 95 kg), usa roupas justas e curtas, já posou nua na capa de uma das revistas mais pop da Inglaterra e não esconde sua homossexualidade de ninguém. Eleita a artista mais cool de 2006 pela MNE, a bíblia do rock (neste mesmo ano, Lovefoxxx, do Cansei de ser sexy, ficou em 10º lugar), Beth contraria todos os chamados padrões de beleza e já é considerada o ícone do “fat proud”, movimento das gordinhas orgulhosas de suas fartas medidas.

Fora dos palcos, a estudante Natália Moneda, 18, é um exemplo disso. Depois de passar da fase das mil dietas malucas e simpatias para emagrecer, ela relaxou e resolveu se libertar dos números da balança: “Percebi que, cheinha ou não, deveria gostar de mim de qualquer jeito. Então desencanei”.

Quando conheceu seu atual namorado, pela internet, o peso não foi um empecilho para que a paixão surgisse. Hoje, eles conversam sobre o assunto sem neuras e sempre brincam com a fofura um do outro (ele também é gordinho). “Quem disse que só existe beleza na magreza? Marilyn Monroe era linda e não era um palito!”, disse Natalia.

O fato de ser gordinha também não impediu Gabriela Pagliuca, 20, de tomar a iniciativa na paquera. Ela viu o gato na balada, gostou, adicionou no orkut e deu início às investidas via MSN. Quando o encontro real aconteceu, ele já estava encantado por ela e as gordurinhas a mais não fizeram diferença. “Ele brinca que fui uma propaganda enganosa, pois imaginava que eu era mais magra. Mas isso não mudou o que já estava sentindo por mim”, contou Gabi. A brincadeira, no entanto, é levada numa boa. Hoje, um ano de namoro firme depois, é ele que dá dicas a Gabi de como ficar mais bonita, valorizando as formas curvilíneas do seu corpo.

Mas nem sempre ir para a balada é um programa simples quando os quilinhos a mais incomodam. Acostumada a ser xingada de “gorda, baleia, saco de areia” na época de escola, Marcela Nobre, 20, aprendeu a se manter distante das festas em companhia das amigas magras por medo de sobrar. Foi seu primeiro namorado que lhe ajudou a enxergar que gostar de alguém de verdade independe de vestir tamanho P ou GG: “Ele me elogiava muito, dizia que eu era inteligente, tinha uma cabeça mil e não precisava ser magra para as pessoas gostarem de mim”.

Os elogios, no entanto, não livraram Marcela de continuar mantendo uma relação complicada com seu peso. Apesar de não se grilar tanto quanto antes, ainda lhe incomoda o fato de pesar mais do que a maioria de suas amigas. É nessas horas que entra em ação o atual namorado de Marcela, o estudante Cochise César. No relacionamento, ele é o lado desencanado, que pouco se importa com o que mostra o marcador da balança.

Para ele, o que atrai de verdade é algo que está além do que os olhos conseguem ver; mais do que um visual magrinho ou cheinho, vale é se encantar pelo que está por dentro. “Quando me apaixono, é por uma pessoa. Não seu rosto ou corpo isolados. Amor não tem a ver com levar uma figura bonita para a balada, mas ter alguém que caiba nos nossos sonhos”, revelou.

O estudante Victor Hugo Araújo, 19, discorda de Cochise: para ele, o corpo importa, sim. E é das cheinhas que ele gosta mais. Quando sua namorada, Aretha Guimarães, 18, que vive controlando o peso, resolveu fazer mais uma dieta, Victor ficou bravo. “Ele diz que acha horrível mulher magricela com o osso aparecendo. Trouxe logo um monte de chocolate de soja (que eu amo) e dispôs-se a cozinhar”, contou Aretha.

Apesar de opiniões como essas ainda serem exceções e do preconceito gritante que existe em qualquer idade, o movimento “fat proud” (algo como “orgulho de ser gordo”) tem ganhado adeptos em todo o mundo. No Brasil, bastar dar uma navegada pelo Orkut para encontrar mais de mil comunidades que levantam a bandeira das pessoas cheinhas como a “Sou gordinha e muito gostosa”, com quase 20 mil membros.

Vale ressaltar que nenhuma gordinha, orgulhosa ou não, sai dizendo por aí que faz de tudo para engordar sempre mais e mais. Até porque, claro, com a saúde ninguém pode vacilar. Mas o legal disso tudo é saber que há muita gente no mundo que não vive escrava da balança ou cheia de neuras que se multiplicam a cada pequena caloria ingerida e convivem numa boa com seus espelhos e curvas. E numa época em que ter ossinhos de fora parece ser mais importante até mesmo do que ter um papo interessante, é sempre bom relembrar que não existe ninguém fora do peso ideal, porque peso ideal definitivamente não existe. Já dizia Beth Ditto.

Fonte: Abril.com / Revista Capricho

Blogs Amigos:
PULSO Internet de qualidade
NAMONEURA Desabafos de uma namorada normal. Anormal são vocês!
PERGUNTE AO URSO Tudo aquilo que você não sabia para quem perguntar
CLUBE DO LAR Pensou em casa, já está nele
YAMAAI O melhor restaurante japonês da Vila Olímpia
TUCANOJOVEM Juventude do PSDB – Capital SP

20 Responses to “Sou gordinha e muito gostosa”

  1. marcelo josé dos santos disse:

    Eu sou fã de mulheres gordinhas, tanto que sou casado com uma muito gostosa a 19 anos

  2. Parabéns, acompanho sempre e é bom ter um ambiente com assuntos atuais, sou leito do incio deste blog.

    Gosto do tema sobre gordinhas, respeito todas as gordinhas, da mesma forma que temos padões para ser equilibrados elas tem tambéns.
    Que são os noemais…
    José Ricardo Borrás – Terapeuta Corporal

  3. Erramos o texto certo.

    Gosto do tema sobre gordinhas, respeito todas as gordinhas, da mesma forma que temos padões para ser equilibrados elas tem tambéns.
    Quem são os normais…
    José Ricardo Borrás – Terapeuta Corporal

  4. Rejane Hoff disse:

    amei esta reportagem… pois eu sou gordinha e digo sempre o seguinte… quem quiser gostar de mim deve gostar de mim do jeito q eu sou… nunca tive problemas com namorados… sempre tive muitos… e não sou encanada… por usar um nº 44… sou bonita… do jeito q sou… e tb não gosto de homens magros… só os ossos como se diz… prefiro os q tem mais carne… meu atual namorado mesmo me amam do jeito q sou e isso ja tem mais de 2 anos q ele já me deseja mais só tem 2 meses q estamos juntos e ele me conheceu assim do jeito q sou hj… sempre pensei o seguinte beleza exterior não é o principal mais sim como a pessoa é… digo o q ela pensa… o seu jeito de ser… espero q gostem… bjos…

  5. SOU GORDINHA,NAO SOU HIPOCRITA,MEU SONHO É TER UNS BONS KILOS A MENOS,MAS AO CONTRARIO D ANTES,KERO EMAGRECER PRA MIM,ME SENTIR MAIS BONITA, E NAO PELO OS OUTROS,PARECE Q AS PESSOAS SE INCOMODAM COM A VIDA DOS OUTROS,FALAM VC´É BONITA,FAZ UM REGIME,COMO SE EU NAO TIVESSE DIREITO D SER GORDA,VC PODE ATE SER FEIA MENOS GORDA, E O PRECONCEITO É MAIOR COM MULHER,BEM SENDO GORDO OU MAGRO,BAIXO OU ALTO,FEIO BONITO PRETO BRANCO,SEJA VC,SEJA ORIGINAL ISSO Q IMPORTA,DANE-SE O RESTO.

  6. denize disse:

    eu estou com um rapaz a 8 meses ele disse q gosta de gordinha mas me sinto insegura, sou gordinha gostosa , carinhosa educada sensivel mas naum sei o q se passa comigo. fica a duvida será q so eu sou assim ?

  7. aline disse:

    respondendo a denize:”é extremamente normal sentir-se insegura,a sociedade hj tem imposto padroes de beleza,a midia(televisao,revista,etc) mostra o que ‘ELES’ acham ser o corpo perfeito,ou seja,se vc nao é igual a modelo da revista,ou a protagonista da novela,vc nao é bonita!!!!”

  8. marisa disse:

    Tenho dificuladdes em perder peso, mas procuro sempre estar de bem comigo. Tive um filho a dois anos e meu corpo está ainda fora do meu padrão. Encaro isso com normalidade, faço somente caminhada e controlo um pouco td que como, sem stress e vivo feliz. Esta é minha mensagem, pois conheço pessoas com belos corpos, malhados, vivem e respiram academias, só falam em dietas, vão a festas e não comem nada pra mostrar que são melhores, e são pessoas infelizes, pois se preocupam tanto com o fisico e esquecem do resto.

  9. levy disse:

    eu quero uma gordinha pra mim pq eu adoro e acho gostoso e lido ver e ter ela

  10. levy disse:

    procuro uma ate hoje quem me quiser me add sol.13@hotmail.com

  11. vania disse:

    me add amores q gosta de gordas estou aq bjokas

  12. vania disse:

    me add me liguem 044 9942 0957

  13. Klayton disse:

    adoro gatas fofinhas amo mesmo de paixao minha primeira namorada nao era uma mais depois dela vejo a vida com outros olhos…

    Meu msn:klayton-aerosnake@hotmail.com
    BJOS PRA TODAS VCS…

  14. tati disse:

    Oiiee …
    Sou mineira!
    Sou gorda!
    Sou legal !
    Amo sexo !
    E tenho 37 anos !
    Sou separada !
    E quero compromisso sério !
    bejo da Loba!
    Sei que a midia pinta bellas mulheres magras..
    Ser gorda nao e facil mas … aprendi a me amar!!
    E descobri que sou BOA as vessses até melhoRR em algumas areas !
    Sempre tentamos compensar …. talvez por isso os meninos de 20 vivem atras das lobas gordinhas !!

  15. oi tati disse:

    quero te conhecer melhor.

  16. oi tati disse:

    me liga meu numero 84912289 sou de bh minas estou esperando vc minha loba.

  17. Mel disse:

    Oi REJANE HOFF, sou jornalista e estou escrevendo uma matéria sobre gordinhas que se aceitam perfeitamente, e gostaria de conversar com vc. Se tiver interesse, por favor, entre em contato comigo pelo email melissalenz@ymail.com, com urgência. Obrigada

  18. Hipólito Rodrigues disse:

    Ola, pessoal!

    Sou fã INCONDICIONAL de gordinhas, sem falar que tenho tara por gordinhas sexy. Gordinhas são meu sonho de consumo!!!

    Estou a procura gordinhas bonitas, que tem um bom papo, que aceitem se envolver numa relação mais intima, pessoal, com idade até 30 anos.

    Sou comprometido (ela não é gordinha), não fumante, bebo socialmente, moro em São Paulo-SP, tenho 32 anos, 1.72m de altura, olhos castanhos-esverdeados, cabelos lisos e claros e trabalho como Técnico em Informática e Administrador de Redes. Não me importo se a gordinha for casada e nem tiver filhos, desde que ela aceite ter uma relação paralela.

    Caso alguma gordinha se interesse, me mande e-mail ou me adicione no MSN que eu respondo e mando fotos.

    Gordinhas, venham ao meu encontro!!!

    MSN e e-mail: hipolito_rsf@hotmail.com

  19. Pâmela disse:

    ah, eu ainda tenho meio que esse problema.. mas o problema é a barriga. é impressionante como tem gente ignorante e burra nesse mundo… as vezes a pessoa é magra de rosto, braço, coxa, só tem barriga e é chamada de gorda.. e isso acontece cmg.. eu nao sou gordinha de rosto, nem braço, nem pernas… o problema msm é a barriguinha…e hj em dia os homens so qrem as barriguinhas magrinhas.. q raiva.. ._.’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: