Assessoria diz que Richarlyson foi a boate gay no sábado

O jogador do São Paulo Richarlyson, 25, visitou a casa noturna GLS Flexx, localizada na av. Marquês de São Vicente, no bairro paulistano da Barra Funda, neste último sábado (17), Dia Internacional de Luta Contra Homofobia.

A assessoria de imprensa da Flexx confirmou a presença do meia na casa e ainda afirmou que o esportista trajava uma “roupa interessante” na ocasião. A assessoria de Richarlyson preferiu não falar sobre o assunto, alegando que seu trabalho “se refere exclusivamente à vida profissional do atleta”.

A coluna “Retratos da Vida”, publicada hoje (19) pela edição on-line do jornal carioca “Extra”, afirmou que, durante a visita, o jogador “passou o tempo todo na área vip, usando boné e óculos escuros cravejado com cristais Swarovski” e vestindo “um short bem curtinho”.

No ano passado, Richarlyson decidiu ir à Justiça depois que o diretor administrativo do Palmeiras, José Cyrillo Jr., citou seu nome ao responder a uma pergunta sobre homossexualidade no futebol.

A polêmica começou em junho, no programa “Debate Bola”, da TV Record. Indagado sobre a possibilidade de haver um atleta homossexual no elenco palmeirense disposto a assumir publicamente sua orientação, Cyrillo começou a responder dizendo: “O Richarlyson quase foi do Palmeiras”.

A pergunta surgiu depois que a coluna Zapping, de Fabíola Reipert, informou, sem citar nomes, que um jogador de um grande clube paulistano estava em negociação com a TV Globo para assumir a homossexualidade. Pouco tempo depois, em uma entrevista exclusiva ao programa “Fantástico”, Richarlyson afirmou não ser gay.

Em agosto, o juiz Manoel Maximiano Junqueira Filho, da 9ª Vara Criminal de São Paulo, arquivou a queixa-crime apresentada pelo volante são-paulino.

No documento em que relacionou os motivos para o arquivamento do caso, Junqueira Filho classificou o futebol como “jogo viril, varonil, não homossexual” e sugeriu que um atleta gay devia abandonar a carreira ou montar um novo time e criar uma federação própria para continuar atuando.

Folheto da parada Gay indica: Nada de sacanagem no metrô

A 12ª Parada do Orgulho Gay de São Paulo, marcada para começar às 12h deste domingo (25), deve atrair 3,5 milhões de pessoas à Avenida Paulista. Para evitar confusões comuns em grandes aglomerações, um folheto dos organizadores do evento dá dicas de como aproveitar a festa com segurança.

A primeira dica é que os participantes adotem um comportamento mais reservado nas estações do Metro da cidade. “Compre seu bilhete antecipadamente e evite o uso de fantasias mais ‘ousadas’ nas dependências do Metrô”, aconselha o folheto.

Além disso, também é recomendado o uso de roupas leves, andar em grupo para inibir brigas e assaltos, evitar levar grandes quantidades de dinheiro à avenida e sair bem alimentado de casa. Outra dica é beber com moderação e não comprar produtos de camelôs, que “podem estar batizados ou ser de má qualidade.”

Segundo a Polícia Militar, a maioria dos atendimentos em 2007 foi para pessoas que exageraram no consumo de bebidas alcoólicas. O folheto dos organizadores da Parada recomenda também que se evite jogar lixo no chão e que, após a passagem dos trios, a avenida seja liberada para o trânsito.

De acordo com a PM, a Avenida Paulista deverá estar liberada por volta das 18h de domingo.

Pesquisa
A Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio) vai aproveitar a Feira Cultural GLBT, um dos eventos do 12º Mês do Orgulho Gay de São Paulo, para fazer uma pesquisa sobre a qualidade de atendimento no setor de comércio e serviços.

“Pode haver vários tipos de problemas. Da risadinha, do mau atendimento até a discriminação”, diz o assessor econômico da Fercomercio, Fábio Pina. A Feira GLBT, com artistas e apresentações culturais, acontece a partir das 10h de quinta-feira (22) na Praça da República, Centro de São Paulo.

De acordo com Pina, pelo menos 100 pessoas serão entrevistadas na feira. Elas terão que responder questões como “você é normalmente bem atendido nas lojas que freqüenta?”. Se a resposta for negativa, o entrevistado poderá explicar que problemas enfrenta. “Vamos poder cruzar as informações e ver se há mais problemas para homossexuais homens, lésbicas ou transsexuais”, diz Pina.

A Fecomércio também pretende usar os dados para criação de um selo de excelência no atendimento. De acordo com a entidade, o respeito à diversidade será o principal critério para certificação dos estabelecimentos.

Blogs Amigos:
PULSO Internet de qualidade
NAMONEURA Desabafos de uma namorada normal. Anormal são vocês!
PERGUNTE AO URSO Tudo aquilo que você não sabia para quem perguntar
CLUBE DO LAR Pensou em casa, já está nele
YAMAAI O melhor restaurante japonês da Vila Olímpia
TUCANOJOVEM Juventude do PSDB – Capital SP

8 Responses to Assessoria diz que Richarlyson foi a boate gay no sábado

  1. Clarino disse:

    Cada um tem que cuidar de sua vida e não ficar olhando a dos outros ele tem o direito
    de fazer o que quiser e não dar satisfação para ninguem .

  2. Nimerski disse:

    O fato dele frequentar a boate gay, não pega nada. O cara é profissional. Joga futebol showww.

  3. Paulo disse:

    QUAL É O PROBLEMA DO RAPAZ IR A BALADA GLS, DIREITO DE IR E VIM ONDE QUIZER, INDEPENDENTE DA PROFISSÃO… PLENO SÉCULO XXI FICAR DISCUTINDO SOBRE ISSO, ACHO QUE TEM OUTROS ASSUNTOS MAIS IMPORTANTE, DO QUE QUESTIONAR O QUE RAPAZ FAZ OU DEIXA DE FAZER, ISSO NÃO INTERFERE NA ECONOMIA DO PAÍS, E MUITO MENOS NA MINHA VIDA…
    O IMPORTANTE É SER FELIZ !!

  4. carlos pereira disse:

    Se o rapaz e gay que assuma publicamente e tenha coragem de vir a publico com sua opcao sexual e nao ficar neste chove nao molha. Ele e uma figura publica e nao pode achar ruim que as pessoas comentem sobre isso.Se nao tem nenhum problema pórque nao fala?

  5. Mirtes disse:

    Tu é gay, tu é gay que eu sei!!!!!!!!!

  6. Kelly disse:

    Eu já sabiaaa!!

    Tu é gay, tu é gay que eu sei!!!!!! [2]

  7. Alvaro Rui Vilela disse:

    Porque pegam tanto no pé do Richarlyson e ninguém fala nada do Vampeta que é assumido?
    Vampeta sai em passeastas Gay, posa para revistas Gay, se diz um baiano liberal com muitos amigos gays e ninguém fala nada.
    Richarlyson até mostrou a namorada, afirmou que não é gay, mas o pessoal vive pegando no seu pé.
    E o Vampeta, alguém tem noticia de que ele tem namorada, mulher, noiva, amante, galho?
    A explicação é que o Vampeta, ao contrário do Richarlyson é um dos queridinhos da imprensa e aí o pessoal livra a barra dele.

  8. Duda Moraes disse:

    O que tem isso? Deixa o rapaz viver. Quer dizer se ele peidar a imprensa vai publicar o que ele comeu? hahahahahahahahahahahahahahahahah

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: