Gays não se manifestam em paz e “Parada” registra consumo de drogas, furtos e atos de vandalismo

A 12ª edição da Parada Gay de São Paulo registra diversos furtos, atos de violência e vandalismo, além de casos de embriaguez e consumo explícito de drogas. Houve uma tentativa de invasão da área reservada aos jornalistas por um grupo de cem manifestantes, por volta das 15h30, devido à superlotação da av. Paulista. Um trio elétrico do Sindicato dos Enfermeiros atropelou um homem, que foi levado à Santa Casa de Misericórdia.

No posto de emergência, loca­lizado na av. Paulista, todas as 15 camas estão ocupadas. Até 16h foram atendidos 200 participantes nas unidades de saúde, a maioria deles por excesso no consu­mo de bebida alcoólica. Uma pessoa entrou em estado de coma alcoólico e foi encami­nhada ao hospital. O uso de drogas como maconha e ecstasy é explícito.

Uma jovem alcoolizada sofreu queda dentro da estação de metrô Trianon-Masp e acabou sendo removida para a o posto de atendimento médico na av. Paulista. Devido ao estado grave, foi encaminhada para o Hospital do Servidor Público Municipal.

Na esquina da av. Paulista com Consolação, o trio elétrico do Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo atropelou Rubens Martins, 56, que feriu as pernas. Segundo a Santa Casa de Misericórdia, ele chegou consciente e deve ser operado nas próximas horas.

A estudante paulistana Marina Gonçalves, 25, foi uma das víti­ma de assalto. “Neste ano a vio­lência está pior do que nos ou­tros. Levaram meu celular a mi­nha máquina fotográfica. Havia dois policiais ao lado que nem chegaram a ver o furto. Acho que não volto mais.”

O comandante-geral de opera­ções da Guarda Civil, o inspetor Sérgio Jovi­no, confirmou que houve 50 casos de furtos –só uma pessoa foi detida.

“A Parada tem estrutura e or­ganização, mas infelizmente as pessoas querem entrar em áreas reservadas.”

A Guarda Civil divulgou uma estimativa de público que contraria as previsões dos organizadores da Parada Gay. Para o órgão municipal, o público chegou a 3 milhões de participantes. Mais cedo, a associação que organiza o evento falou em 5 milhões.

Blogs Amigos:
PULSO Internet de qualidade
NAMONEURA Desabafos de uma namorada normal. Anormal são vocês!
PERGUNTE AO URSO Tudo aquilo que você não sabia para quem perguntar
CLUBE DO LAR Pensou em casa, já está nele
YAMAAI O melhor restaurante japonês da Vila Olímpia
TUCANOJOVEM Juventude do PSDB – Capital SP

9 Responses to Gays não se manifestam em paz e “Parada” registra consumo de drogas, furtos e atos de vandalismo

  1. Renato disse:

    REalmente só não enxerga quem não quer que essa parada gay só serve para trazer violência, uso de drogas explicito e toda sorte de porcaria. Até quando as autoridades vão ficar patrocinando essa porcaria?
    Muitos só sabem falar mal da Marcha para JESUS realizada pelos evangélicos, mas é o maior evento e concentração de pessoas que é elogiada pela Policia Militar, sem nenhum tipo de ocorrência.
    Que todos abram os olhos e enxerguem d euma vez por todas!

  2. Amauri Ribeiro Almeida disse:

    O que aconteceu na Parada Guei deste ano foi o de sempre, orelhões depredados, banheiro público a céu aberto, exibicionismo de alguns mostrando tudo a todos, brigas e também droga, muita droga. Será que é isso que chamam de diversidade? Até quando a Prefeitura vai continuar colocando dinheiro público para essa passeata de vândalos?

  3. edmaria disse:

    comentário preconceituosos não devem existir, a sociedade organizada permite o respeito as diferenção, que marchem os evangélicos, os gays, os garis, os índios, todos tem o mesmo direito perante a constituyição

  4. Ricardo disse:

    Pena este blog adotar uma atitude preconceituosa com este triste comentário mesmo porque a grande maioria das pessoas atendidas por embriaguez não eram gays e o atropelamento do segurança do carro foi uma fatalidade.
    De qualquer maneira enquanto os diretos não serem iguais a todos os cidadãos Brasileiros não podemos deixar esta luta de lado.

  5. Adilson Silveira disse:

    É sempre assim, eles não assumem suas responsabilidades e ainda fazer comentários preconceituosos como esse do Ricardo. Quer dizer que a as pessoas atendidas por embriaguez não eram gays? Claro, os gays são uns santos, não bebem, não ingerem droga, não brigam, não deixam lixo nas ruas, não pegam Aids, etc. Tudo isso quem faz são os outros, eles não.
    Não é mais possível interromper o trânsito de uma das principais avenidas de S.Paulo pra promover bandalheira como essa Passeata.. Parabéns Dna. Marta Suplicy, a senhora conseguiu. Mas não fique rindo tanto assim, a resposta será dada nas urnas.

  6. Alberico disse:

    Realmente, ao ler esses comentários deixa bem claro que a parada Gay tem que existir, e que cada ano se fortaleça mais e mais para se unir contra esse tipo de homofobia. Esses que falam de Deus, esquece que os próprios evangélicos cometem crimes, como o caso do pastor que estrupou e matou um garoto em Salvador, que também era evangelico e frequentava a igreja. E é desse JESUS ou DEUS que eles falam. Que toleram seus crimes e suas imperfeições. Tem gente de todo tipo. Não podemos generalizar as pessoas só por que são gay, mulher, negro, indio, pobre… Isso não significa ter falta de carater ou ser um pecador. Não acredito nesse Deus de alguns, e sim um Deus de/para todos. Evoluam !!!! Extigam o preconceito dentro de vocês. Só com respeito ao próximo que a humanidade não será o que está ai!!!!!! Racista, preconceituosa e desumana, porque so pensa em si e no seu bem estar e nos seus interesses!!!! Viva diversidade humana e a liberdade de expressão afinal estamos ou não estamos num país democrático!!!!!!

  7. Silva disse:

    O que se percebe claramente que o preconceito vem dos homossexuais, eles se autodiscriminam, como agem as pessoas que consomem drogas, passam a se sentir que são desprezados pelas pessoas.Homofobia parte deles semprem, é consequencias do peso da consciencia do pecado contra Deus o Criador perfeito.Eles são a im perfeiçao da natureza do criador.Nunca desprezei um homossexual qualquer os trato com respeito, mas jamais concordarei com seu habito pecaminoso e sempre pregarei a verdade e os costumes de determinados pelo nosso Deus.Homem e Mulher foram criados para se casarem entre si e constituir familia.A nação que assumir o desvio da perfeita natureza será exterminada como foi todas do passado.

  8. Adilson Silveira disse:

    Está aí o que é essa Bandalheira Guei. Um infeliz teve a perna amputada graças a irresponsabiildade desses que só sabem falar em diversidade, liberdade de expressão. Onde estão agora os donos do trio elétrico que, pra divertir uma minoria, atropelaram alguém que nem era homossexual, só estava ali trabalhando.

  9. Carlos disse:

    Esta foi a última vez que participo da Passeata. Existem comentários de gente preconceituosa e atrasada neste blog, mas uma coisa temos que admitir, a violência este ano foi demais. Teve o caso do trio elétrico onde pessoas se machucaram, brigas com o pessoal do sindicato, assaltos a mão armada em plena avenida. O cheiro de maconha é o de menos, porque tinha muita droga pesada rolando, vi muita gente drogada. Além de tudo o nível foi muito baixo, muito exibicionismo desnecessário que só faz o pessoal ter ainda mais preconceito. Se é pra isso que foi feita a passea, estou fora, não contem mais comigo.
    Carlos Lopes Rodrigues – Militante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: