Mulheres não precisam mais amarrar moleton na cintura. Tapa-cofrinho evita constrangimento em academias

Novidade é usada por mulheres para “não pagar cofrinho”.
Marcas chegam a vender 2 mil unidades do acessório por mês.
Descuido ou marca pessoal, o famoso cofrinho está com os dias contados. Sempre alvo de olhares e comentários maldosos, a retaguarda feminina ganhou um novo aliado para quem luta para escondê-la: o tapa-bumbum ou tapa-cofrinho.

”A procura mais do que dobrou, já estamos criando variações do modelo”, conta Kênia Cariello, da CCM Sports, lembrando que, quando foi lançado, muita gente não entendia a utilidade do adereço.

“A idéia inicial era substituir o casaco de moletom que era usado por muitas mulheres para esconder o bumbum em calças de ginástica, sobretudo as claras, que marcavam gordura ou calcinha”, explica ela, que acha que, aos poucos, a novidade tende a ser usada também com roupas do dia-a-dia.

Além das marcas produtoras, a peça já pode ser encontrada em lojas multimarcas e até em lojas na internet, na maioria das vezes produzidas em suplex. “Vendemos, em média, 2 mil por mês. A maior procura é pelo preto, que esconde mesmo o bumbum e combina com qualquer roupa”, conta o sócio da Líquido, Naim Hassan.

Quem usa
Além do cofrinho, o acessório é um bom aliado por outros motivos, dizem as adeptas da moda.

“Todo mundo usa. Eu gosto de usar na rua para ir ou vir da academia para não ficar muito exposta e os homens não ficarem mexendo”, diz a empresária Luzimar Ferreira, que tem um de cada cor para combinar com a roupa.

“Serve também para disfarçar bumbum muito grande ou muito pequeno ou as celulites”, completa a amiga Carolina Cortes.

Fonte:G1

Blogs Amigos:
DR. LOVE  Apaixonado pelas mulheres, em todos os seus defeitos e virtudes
PULSO Internet de qualidade
NAMONEURA Desabafos de uma namorada normal. Anormal são vocês!
PERGUNTE AO URSO Tudo aquilo que você não sabia para quem perguntar
CLUBE DO LAR Pensou em casa, já está nele
YAMAAI O melhor restaurante japonês da Vila Olímpia
TUCANOJOVEM Juventude do PSDB – Capital SP

35 Responses to Mulheres não precisam mais amarrar moleton na cintura. Tapa-cofrinho evita constrangimento em academias

  1. Abel Almeida disse:

    gostei muito, pois a mulher fica mais sensual e a galera de plantão chupa o dedo…

  2. evany disse:

    DOENÇA DE BRASILEIRO!…

    Falta total de naturalidade, de educação básica, de respeito ao corpo, falta de TUDO…
    Vi um brasileiro ser preso no trem que vai de Manchester a Londres, por olher de forma evidente e indiscreta o corpo de uma jovem diante de si. Um olhar violador… Foi levado preso, bem feito.
    Homem brasileiro não tem educação, senta de pernas abertas nos coletivos, não tem contenção, e nem tem boas maneira à mesa. Não tem educação para saber utilizar suas próprias energias, pois é um incontinente, sempre com premência ejaculatória, e por incrível que pareça, sempre a buscar estímulos num primitivismo por serem dominados pelo pópio vício. Alem de não ter educação social, o brasileiro é dominado por sua própria sexualidade exacerbada. Um infeliz, homens sem contenção, sem continência, nunca são contentes – Os casados buscam os gays, uma grande infelicidade total, falta de educação para tudo, inteligência subdesenvolvida…
    Naturalment esta falta de saude se reflete na vida do país. Estimulada as testoteronas que não encontram “satisfação” cai o infeliz na violência. E violência não é só bater, matar, insultar, mas tambem olhar de certa forma. A pequenês de caráter do homem brasileiro de é “mostrar que é ´homem” olhando de certa forma as pessoas do sexo opôsto…. Numa sociedade como a nossa, a mulher é uma projeção do “homem”.(anão moral). E aí ela quer cobrir suas partes íntimas ou nádegas dos olhares violadores e comentários debochados dos supostos homens. O brasileiro subdesenvolvido debocha da mulher para se sentir “SUPERIOR” . Acho que NÃO deviam inventar essa “proteção visual do cofrinho”. Isso é muito pueril, frente a um sintoma de grande desprezo à mulher e a maior falta de educação. Essas mulherinhas bobas que lutam nas academias pelo “bumbum sarado” deviam é chamar a polícia e
    para prender estes bobões fisiológicos muito ciosos (e inseguros) de sua masculinidade. Na verdade êles não conseguem contato psicológico com as mulheres, pois são fisiológicos demais. E a partir da própria fisiologia gostam mesmo é de fazer programa com as “bonecas travecas”… Vide o Ronaldo… ´um clássico do lugar comum do “homus brasilensis”…

    Bumbumbaticumbumburungundum!

  3. roberta disse:

    acho ridícula essa moda.. tomara q. nao pegue!!isso só serve p/ atrair mais a atencao..vejo as mulheres malhando , suando, com esse treco ridiculo amarrado na cintura, nao tem cabimento, parece um fraldao!!vamos á academia, p/ malhar, e nao p/ inventar moda.. ir maquiada, com o cabelo todo produzido,.. isso é horrivel..nao tem nada a ver..

  4. Dany disse:

    CONCORDO COM VOCÊ. PARABÉNS!!!

  5. amanda disse:

    ADOREI GOSTARIA DE SABER ONDE POSSO ENCONTRAR E QUAL O PREÇO SUGERIDO

  6. horacio disse:

    menos evany, menos, nem tanto o mar, nem tanto a terra.

  7. lobe disse:

    ATENÇÃO HOMENS DO BRASIL !!!
    Segundo a sapiencia da Dra Evany, nos homens brasileiros somos todos grosseiros e não temos educação, somos movidos por nossa testosterona e estamos a um passo de nos tornarmos todos criminosos sexuais, já ia me esquecendo, se vc é casado então também é gay (nada contra os gays, mas eu sou casado e não sou gay). Segundo a nobre sapiencia, nós subdesenvolvidos, deviamos imitar a fleuma inglesa ao nos comportarmos e ao paquerarmos.
    O que esta mulher não percebe é que esta idolatria pelos valores do “primeiro mundo” denuncia sua CABEÇA COLONIZADA. Se ainda ela voltasse sua raiva generalizante, julgadora e condenatória para assuntos realmente importantes (fome, violência, corrupção) até seria de se entender. Mas esta preocupação com as “olhadas” masculinas nos faz pensar se o problema não esta na sexualidade mal resolvida da própria Evany.
    A sexualidade do Brasileiro é diferente da sexualidade do Inglês. Notem, Diferente não é melhor nem pior, apenas diferente. Ela tanto reclama das olhadas, mas muitas mulheres Brasileiras vão se sentir arrasadas se forem a acadêmia e não conseguirem ao menos um suspiro de uma admirador, Somos assim, mais sexuais, mais livres, somos sonhadores e desejantes, ou seja, nem melhores nem piores, apenas diferentes.
    Ela também faz a GRANDE DESCOBERTA de que nós homens somos inseguros quanto a nossa sexualidade. Sinto informar Evany, mas somos inseguros sim, porque somos humanos, aquele cavaleiro forte, num cavalo branco que vem te resgatar e te levar ao orgasmo final das certezas absolutas não existe, somos apenas homens.
    Somos homens e mulheres Brasileiros, com nossas qualidades e defeitos, e o tapa cofrinho é sim uma boa iniciativa para que todos possamos nos relacionar com respeito àquelas que querem, de vez em quando, não serem tão olhadas.

  8. é evany…..

    melhor vc não generalizar.

    generalizações enfraquecem os argumentos, e sua forma de escrever dá a impressão que não gosta de homem ou não tem um só pra vc.

  9. CLAUDIA disse:

    Parabéns Evany !!! Comentário maravilhoso !!!

  10. Eu não usaria o tapa-cofrinho, de jeito nenhum. Não seria mais prático usar uma camiseta, uma calça com cós mais alto ou um body? Horrível, esse tapa-bumbum.

  11. Márcio disse:

    Eu acho que essa evany tem algum problema….rs…deve ser baranguinha…aliás achei meio ridículo esse tpa-cofrinho…se quer um bumbum saliente não reclame…mulher tb olha pras pernas e bumbuns dos homens…

  12. Carmen disse:

    Bem, concordo em partes com o autor do texto acima. Não uso o tapa-bunda porque não tenho vergonha ou receio de mostrar aquilo que acredito ser bastante natural, parte integarnte do meu corpo, com ou sem celulite. Quanto aos olhares e provocações masculinas, Inglaterra e EUA não são parametrso de comparação, já que a falta de libido e o exagero quanto ao que é ou não assedio sexual nesses luagres é evidente. Se a evany acha que no Brasil a coisa é tão absurda asim, é porque ela nunca esteve na Itália, onde mesmo mulheres casadas são assediadas em frente aos seus maridos mesmo por amigos próximos. A sexualidade latina é sem dúvida muito diferente da gélida sexualidade anglo-saxonica. Graças a Deus!!!! Se assimnão fosse, teriamos de nos contentar com a média de 3 minutos por relação sexual, que é o que costuma durar uma transa na Inglaterra. Já pensou??? E viva os olahres torridos do brasileiros! A propósito, o tapa bunda está muito mais relacionado ao receio do julgamento alheio ( em especial de outras mulheres) sobre a estética do que ao receio de cantadas.

  13. Etzhagas disse:

    Engraçado… Se o homem olha o “cofrinho” exposto ele é que está errado ? E quem expôe o cofrinho tá certa ? Por que calças, ou moletons com cinturas tão baixas ? Não existem opções de comprimento entre a cintura e o cós um pouco maiores ? Evany, concordo que a sexualidade está cada vez mais “solta”, mas não é a classe masculina exclusivamente culpada…

  14. ÁLVARO disse:

    TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO VÁLIDO, CADA UM OLHA PELO LADO QUE MAIS LHE AGRADA.EX. VEJO MUITA MULHER OLHAR E COMENTAR O BUMBUM DA OUTRAS, ACHO ISSO VÁLIDO.]
    VAMOS CONTINUAR OLHANDO QUE NOS AGRADA E

  15. ÁLVARO disse:

    TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO VÁLIDO, CADA UM OLHA PELO LADO QUE MAIS LHE AGRADA.EX. VEJO MUITA MULHER OLHAR E COMENTAR O BUMBUM DA OUTRAS, ACHO ISSO VÁLIDO.]
    VAMOS CONTINUAR OLHANDO QUE NOS AGRADA E AS QUE QUEREM ESCONDER QUE ESCONDAM, DEPOIS NÃO RECLAMEM QUE NÃO SÃO DESEJADAS. FICARAM SOLTEIRONAS E COMPLEXADAS. SEJA O QUE DEUS QUIZER. TCHAUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU

  16. Alexandre disse:

    Olha eu acho que essa Evany tem algum problema, nada contra, mas acho que ou é baranga, lésbica ou mal resolvida sexualmente, o que faz dela uma feminista extremista, daquelas que nem se depilam ! kkkkkk

  17. disse:

    Materia idiota!
    fala fala mais não fala nada…. Inclusive li e não entendi q negocio é esse e como se usa!
    Vai te cata…

  18. Ana Paula disse:

    Isso é mais um modismo das academias, que, diga-se de passagem, hj em dia são uma vitrine. As pessoas além de malharem também vão para verem e serem vistas. Com ou sem cofrinho. Camisetas mais longas ou calças menos baixas evitariam essa exposição, mas “não tá na moda” … rs rs …
    Quanto ao longo comentário de Evany (“a” ou “o” ?) nossa que horror !!!

  19. disse:

    Puts!!!!! Pior que essa Ivani descobriu a alma do homem atual, se é que pode ser chamado de homem ou de projeto em pesquisa do prox. milenio os homens de hoje!!! E olha que gosto da coisa, mais a opnião é essa ,ai de muitas mulheres atuais!!!!
    Se não gostaram, provem o contrário, invez de só confirmarem essa certeza!!! Rsrsrsr!

  20. José Diniz disse:

    Evany, vc não tá com nada, se os homens brasileiros são tarados e porque a mulher brasileira provoca, ela é sensual, gosta de mostrar os peitos, as coxas, a bunda, adora rebolar, se sente realizada por ser gostosa, adora que os homens fiquem olhando e cobiçando, adora ser encoxada no ônibus,estas coisas. Eu vejo mulheres maravilhosas por aí e confesso que fico com vontade de agarra-las em qualquer lugar mas tenho que me controlar, um dia perco o controle e vou parar na cadeia mas a culpa é das mulheres.

  21. camila disse:

    Também concordo em que é extremista o comentário da Evany. Nda pode ser levado ao extremo assim! Mas opnião é opnião neh… Cada um que tenha e exponha a sua…
    A minha é a seguinte: moda está aí para ser seguida por quem quer! A idéia do tapa-cofrinho é boa para quem se incomoda com o fato de ele aparecer ou para quem não quer, por algum motivo, expor o bumbum.
    Eu não o usaria porque não é meu estilo, mas estilo e gosto são singulares. Não há o que discutir!
    E quanto a sexualidade, é fato que está difundida DEMAIS, mas isso atinge homens e mulheres! Cabe a cada um decidir até que ponto cederá a ela…
    O importante é que sejamos felizes! Sensuais ou não, andando na moda ou não, usando tapa-cofrinho ou não… É ou não é?! 😛

  22. Dona Avanir

    Tanto falso moralismo pra que? Não hora do vamos vê o que vocês querem na cama é um macho.
    Pedro

  23. Edicléia disse:

    Nossa José Diniz, a Evany exagerou mas vc hein… A generalização d q a mulher gosta de ser encoxada foi horrível… Tenho ctz q ñ gostam, mulher gosta d homem sensível, q tenha papo-cabeça, q colabore nas tarefas d casa, ajude a cuidar e educar os filhos, enfim, qremos um companheiro, alguém q se preocupe em atingir profundamente os desejos mais íntimos da alma feminina. Toda mulher quer um bom amante e a maioria d nós ñ anda provocando tdos os homens por aí, nos valorizamos e oferecemos o q temos d melhor apenas pra quem nos interessa.
    E vamos combinar, há aqueles homens q olham pra todas pela bunda, pelas coxas e peitos e ñ pensam q a mulher tem identidade, opinião, mtas qualidades além do corpo, mas tb há homens q qrem se envolver, ñ dá pra generalizar d nenhum dos lados, afinal a diversidade de pessoas desse país é enorme!

  24. Madija disse:

    Concordo com a Edicléia.Disse tudo.Sem sombra de dúvidas a mulher brasileira é realmete bonita e sensual .Sou muito vaidosa,gosto de me sentir gostosa,gosto de ser admirada sim ,mas daí a gostar de ser “encoxada no ônibus” é uma outra história.Se alguém me encoxar no ônibus vai virar caso de polícia.Eu me sentiria muito desrespeitada e muito desvalorizada.Cuido de mim pra ser a gostosa de alguém especial que eu escolha e não de qualquer um,em qualquer hora e lugar.Isso seria uma banalização de si mesma.Não me agrada saber que alguém me vê apenas como um objeto de prazer,porque eu sou muito mais que uma bela bunda.Tenho idéias,sentimentos,projetos,sensibilidade.Estes sim são atributos que realmente fazem uma mulher(ou um homem) especial.Quanto ao tapa-cofrinho,não usaria,acho puro modismo,existem outras soluções para tal problema,como foi dito pela Ana Paula: “Camisetas mais longas ou calças menos baixas evitariam essa exposição”,até porque minha preocupação na academia é com os resultados que vou obter para minha saúde e para meu corpo,minha preocupação é com os profissinais que estão me atendendo(se eles são pessoas capacitadas para me orientarem corretamente evitando futuros probelmas físicos)é isso que importa.

  25. noname disse:

    Mas Evany, e se esse ‘tapa-cofrinho’ foi feito para tapar os ‘rachos’ mais horriveis do planeta?

    Aquela buzanfa amarela e cheia de gordura trans, com um fio de calcinha vermelho ‘entuxado’ totalmente à mostra, revirando o estomago e acabando com a sanidade visual dos transeuntes à volta daquele ‘ser horrivel’…

    Talvez (e eu disse talvez) seja um modelo que vc necessite utilizar.

    “Desculpem-me as feias, mas beleza é fundamental.”

  26. HOMEM BRASILEIRO disse:

    POIS É … O Q A FALTA “DAQUILO” NÃO FAZ EM DONA EVANY ? NÃO TEMOS CULPA SE O Q NOS CHAMAM ATENÇÃO SÃO AS MULHERES BONITAS E ATRAENTES … UMA IDÉIA, ANDE COM UM CRACHÁ COM O SEU NOME ESCRITO NELE, SE POR UM ACASO EU ME DEMARAR COM VC EM ALGUM LUGAR, DAREI UMA BOA SECADA PRA VC SE SENTIR MELHOR. OK ?

  27. ivany disse:

    Olá GENTE,
    Gostei do que disse o Lobe.
    Humanidade é bom. Mas é preciso haver mais educação e respeito. Aí as pessoas poderão até irem nuas em pelo para a praia, o que seria muito mais saudável do que os esforçados e fetichistas fios dentais das mulherotas de corpos tensos pela mania exibicionista. Tudo tenso, querendo fazer bumbum de prateleira criando escolioses!
    Elas obedecem a uma projeção masculina. Acho doentio.
    Tudo é falta de design, falta de respeito ao corpo, falta de sentimento e respeito a si próprio. Roupas sem design ergonomico ao menor movimento deixam o trazeiro de fora. Isso é incômodo. O (a) consumidor(a) deve reclamar disso. Mas não. Inventam uma fralda, com a esperança de assim criar more excitement. !.. Que MMMMM !
    Homem brasileiro é filhinho da mamãe, sim. Urina na rua, coça a genitália em público, não tem educação mesmo, cospe no chão e senta nos coletivo com as pernas abertas.
    Sente-se superior e dono do mundo! É irresponsável social. Nunca se reconhece errado, não quer melhorar Mas tenho sim carinho com os sinceros.

  28. Ricardão disse:

    Palmas para a Evany mal comida!
    \o

    /o\/o\ clap clap clap

  29. victor disse:

    esta tal de evanY como disseram bem só pode ser uma frustada quem demonstra uma insatisfação dessa natureaza somente porque os brasileiros gostam de admiurar o que é belo só pode ser feia e baranga, acontece dona evany os ingpleses não admiram a beleza feminina porque a verdadeira beleza feminina esta nas brasileira que me perdoem as outras mulheres do mundo quanto a vc evanY não passa de um disturbio da natureza ou seja um msotrengo, que ao tentarem construir uma mulher construiram umamonstruosidade degenerada de m mulher dai a sua insatisfação e sua re3vfolta por não ser admirada pelos homens mulher é como rosa foi criada para ser adimirada olhada e pelo seu perfume cheirada até o último intante quem sabe evany na outra encarbnação vc nao vem como mulher

  30. Marcia Regina disse:

    A Edicléia disse tudo. Nota dez!

  31. HOMEM BRASILEIRO disse:

    Vamos respeitar a dona (da verdade) Evany pessoal, a coitada deve ter sofrido algum tipo de abuso, desta forma é compreensível a opinião generalizada dela em relação ao homem. “Sinceramente”, desejo que a Senhora, algum dia, consiga resolver esse assunto mal resolvido, que consiga superar esse tralma. Acredito q dessa forma agressiva acho um pouco difícil, mas nada é impossível ! E pára com essa idéia de andar todos pelados ! Peladas só as q não agridam as nossa visão por favor !!!

  32. Bryda disse:

    Parabéns Madija!! Malho a anos, além de me preocupar com a parte estética, preocupo tb com os benefícios dos exercícios físicos. Não vou a academia para ser olhada, desfilar ou paquerar. Vejo que essa invenção de “tapa-cofrinho” é modismo, um produto a mais para tirar dinheiro dos consumidores por um pedacinho de pano.

  33. Só mesmo uma idiota, frustrada, pode deixar de exibir o que há de mais belo no corpo feminino. Lamentável.

  34. verdalho disse:

    o homem brasileiro é sem duvida um porco, olha para a mulher seja ela quem for , mulher casada, mulher do amigo com olhos de esfomeado sexualmente, não se sabe comportar socialmente é um pacobio, mas meus caros tambem há muitissima mulher brasileira em todas as camadas sociais que se comportam como putas, como vestem como andam como falam etc.

    uma ultima questão que deixo a esses pacobios porque sera que a mulher brasileira gosta tanto de transar com o homem europeu?

  35. […] Mulheres não precisam mais amarrar moleton na cintura. Tapa-cofrinho evita constrangimento em acade… Novidade é usada por mulheres para “não pagar cofrinho”. Marcas chegam a vender 2 mil unidades do acessório por mês. Descuido ou marca pessoal, o famoso cofrinho está com os dias contados. Sempre alvo de olhares e comentários maldosos, a retaguarda feminina ganhou um novo aliado para quem luta para escondê-la: o tapa-bumbum ou tapa-cofrinho. […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: