Para derrubar o Google, Bill Gates vai pagar a quem pesquisar no site de buscas da Microsoft

Estimativas da Organização das Nações Unidas (ONU) indicam que 1,2 bilhão de pessoas usam a internet em todo o mundo. O que a maior parte desse contingente faz o tempo todo na web? Buscas, buscas e mais buscas. Somente nos Estados Unidos, são realizados 10,6 bilhões de pesquisas a cada mês na rede de computadores. Tamanha audiência ergueu um mercado especialmente atraente para as empresas de tecnologia. O problema – ao menos para a concorrência – é que o Google se tornou imbatível nesse segmento. O site domina 60% das buscas feitas entre os americanos.

O segundo colocado, o Yahoo!, tem apenas 20% do total, e a Microsoft, na terceira posição, modestíssimos 9%. No restante do mundo, a lavada do Google segue a mesma proporção. Para reverter esse jogo, na semana passada, Bill Gates anunciou que a Microsoft vai pagar a quem usar parte de seu serviço de pesquisas na internet.

O pagamento será indireto e, por enquanto, vale para quem mora nos Estados Unidos. Na prática, é um programa de fidelização de clientes, batizado de Live Search Cashback. Funciona assim: quem fizer comparações de preços no site da Microsoft (search.live.com/cashback) antes de comprar algum produto na web terá como crédito uma pequena porcentagem do valor da aquisição. No momento em que o usuário acumular 5 dólares, receberá um reembolso numa conta bancária, pelo correio, ou como crédito no serviço on-line PayPal. O sistema conta com 10 milhões de produtos de 700 companhias. “Queremos oferecer o melhor resultado em buscas e estamos dando um estímulo para que as pessoas usem nosso site”, disse Gates. Mas a tentativa de arranhar a liderança do Google foi mais longe. No Live Search Cashback, as empresas vão pagar à Microsoft somente quando for realizada a venda de um produto. No Google, as companhias pagam por cada clique em um de seus anúncios.

O novo lance da Microsoft ocorre após uma série de tentativas frustradas de compra do Yahoo!, justamente para fortalecer sua posição na web. E, certamente, não será o último. Hoje, o mercado de anunciantes na internet movimenta 20 bilhões de dólares por ano. Foi ao abocanhar uma gorda fatia desse mercado que o Google ampliou seu faturamento de 10 bilhões de dólares em 2006 para 16,6 bilhões de dólares no ano passado. Um salto que aguça a sede da concorrência.

Fonte: Veja

Blogs Amigos:
DR. LOVE Apaixonado pelas mulheres, em todos os seus defeitos e virtudes
PULSO Internet de qualidade
NAMONEURA Desabafos de uma namorada normal. Anormal são vocês!
PERGUNTE AO URSO Tudo aquilo que você não sabia para quem perguntar
CLUBE DO LAR Pensou em casa, já está nele
YAMAAI O melhor restaurante japonês da Vila Olímpia
TUCANOJOVEM Juventude do PSDB – Capital SP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: