Campanha não sensibiliza parlamentares e CQC continua impedido de entrar no Congresso

A campanha lançada pelo programa “CQC (Custe o Que Custar)”, da Band, para que os repórteres do programa possam entrevistar parlamentares nas dependências do Congresso Nacional não sensibilizou os servidores da Câmara responsáveis pelo acesso do grupo à Casa Legislativa. Assessores da Câmara argumentam que o programa é humorístico, por isso os seus integrantes não podem circular como jornalistas dentro do Congresso para abordar os deputados e senadores.

A assessoria de imprensa da Câmara também alega que os integrantes do programa não cumpriram o compromisso firmado com Casa quando realizaram gravações com os parlamentares, há duas semanas, nas dependências internas do Legislativo. A Câmara afirma que, na ocasião, os integrantes do “CQC” foram alertados sobre a impossibilidade de realizarem perguntas aos deputados e senadores que depreciassem a imagem da instituição –mas insistiram em perguntas constrangedoras.

Outro argumento utilizado pela Casa é que a legislação brasileira impede a cessão de espaços públicos para a gravação de programas sem fins jornalísticos –embora permita exceções temporárias. A Câmara nega, porém, que haja um veto específico ao “CQC” –mas sim a regra de que programas humorísticos não podem usar o espaço do Congresso para realizar o seu trabalho.

No caso específico do “CQC”, a Câmara ainda argumenta que o grupo solicitou inicialmente o pedido de credenciamento como jornalistas da TV Bandeirantes. Ao constatar que os pedidos eram referentes ao programa, a Casa decidiu negar o pedido de credenciamento.

Campanha

A campanha foi lançada pelo “CQC” na TV, rádio e internet. O objetivo é reunir apoio de formadores de opinião, como artistas, escritores e jornalistas, para reunir assinaturas favoráveis ao retorno do programa ao Congresso.

Serão veiculadas chamadas na rádio e na TV para que o Congresso permita a entrada da equipe do “CQC”.

No site do programa, o grupo argumenta que “o regime democrático prevê livre acesso aos políticos e parlamentares responsáveis por zelar por esse mesmo regime –direito que foi “retirado” dos repórteres do “CQC””. Os integrantes do programa afirmam que são jornalistas de formação, por esse motivo estariam autorizados a receber credenciais que autorizam a circulação do grupo no Congresso.

“A alegação de que os profissionais do CQC não seriam jornalistas, e que por isso não poderiam ter acesso à Câmara/Senado, não se sustenta. O CQC é um programa jornalístico e seus repórteres (também jornalistas) realizam perguntas e questionamentos inerentes a essa profissão. A pauta da atração é questionadora e pouco tradicional, mas respeita os limites éticos exigidos pelos padrões da imprensa nacional”, afirma o site.

Ao contrário dos humoristas, os jornalistas que apresentam documentação completa e comprovam vínculo com empresas jornalísticas são autorizados a receber credenciais da Câmara e do Senado –depois de terem os pedidos analisados pelas áreas responsáveis das Casas Legislativas.

Histórico

O ingresso de humoristas no Congresso Nacional é uma polêmica antiga no Legislativo. Humoristas de programas como “Casseta e Planeta”, da TV Globo, e “Pânico na TV”, da Rede TV!, também já foram impedidos de ingressar nas dependências do Congresso para a realização de entrevistas.

Em fevereiro do ano passado, os integrantes do “Pânico” foram barrados pelos seguranças do Congresso ao tentar entrar para cobrir a posse dos senadores e deputados recém-eleitos. Os atores estavam fantasiados de presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) e do falecido deputado Enéas Carneiro.

O “Casseta e Planeta”, por sua vez, foi barrado na primeira tentativa de ingressar no Congresso. Mas a exemplo do “CQC”, foi autorizado para realizar algumas gravações dentro da sede do Legislativo desde que não ofendessem os parlamentares –embora estivessem monitorados por seguranças.

Blogs Amigos:
DR. LOVE Apaixonado pelas mulheres, em todos os seus defeitos e virtudes
PULSO Internet de qualidade
NAMONEURA Desabafos de uma namorada normal. Anormal são vocês!
PERGUNTE AO URSO Tudo aquilo que você não sabia para quem perguntar
CLUBE DO LAR Pensou em casa, já está nele
YAMAAI O melhor restaurante japonês da Vila Olímpia
TUCANOJOVEM Juventude do PSDB – Capital SP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: