Ex-vizinha de família Nardoni depõe e pede saída de casal de audiência

Uma testemunha que não estava programada para depor nesta terça-feira no caso Isabella apareceu na audiência, na 2ª Vara do Júri do Fórum de Santana (zona norte de São Paulo), e foi ouvida pelo juiz Maurício Fossen. Ela pediu que o casal Alexandre Nardoni, 29, e Anna Carolina Jatobá, 24, fosse retirado da sala. O pedido foi acatado pelo juiz.

Ex-vizinha dos pais de Alexandre, Benícia Maria Bronnzati Fernandes, seria ouvida em Franca (interior de SP), onde mora, na próxima quarta-feira (25), mas resolveu se apresentar para depor. Mesmo com as objeções dos advogados do casal, o juiz autorizou que passasse à frente na seqüência de depoimentos.

Benícia não foi convocada para fazer parte do rol de testemunhas e resolveu se oferecer para dizer o que sabia para a Promotoria, que a colocou a lista. A ex-vizinha da família Nardoni chamou Anna Carolina de “maluca”.

Quando era vizinha dos pais de Alexandre, na rua Marinheiro, Benícia presenciou brigas entre o casal. Ela relatou ao juiz que presenciou, há ao menos quatro anos, uma discussão entre os dois em que Anna Carolina atirou uma chave de fenda contra Alexandre, que desviou e não foi atingido. O acesso de raiva da madrasta foi provocado por um telefonema de Ana Carolina Oliveira, mãe de Isabella, ao celular de Alexandre.

Benícia lembrou de um episódio que ela já havia relatado à polícia, quando viu Anna Carolina disputar o colo de Alexandre com Isabella. A ex-vizinha relatou ao juiz que a madrasta sempre disputava espaço com a menina, que ficava triste com essas situações.

Também estiveram no fórum, por volta das 19h, o pai de Anna Carolina, Alexandre Jatobá, que disse querer dar um beijo em sua filha. Antônio Nardoni, pai de Alexandre, também foi ao fórum, mas não acompanha o depoimento.

Isabella passava o fim de semana com o pai e com a madrasta quando foi jogada pela janela do apartamento, no sexto andar do edifício London, na zona norte de São Paulo. O casal foi denunciado à Justiça pela morte da menina, que determinou a prisão preventiva de ambos. O casal nega o crime e diz acreditar na participação de uma terceira pessoa.

Após o depoimento de Benícia, a delegada do 9º Distrito Policial, Renata Pontes, entrou na audiência para prestar seu depoimento. Ela é responsável pela investigação do caso.

Devem ser ouvidos ainda hoje o subsíndico, a síndica e um morador do prédio onde o casal morava anteriormente –Alexandre Lucca, Karen Rodrigues da Silva e Paulo César Colombo, respectivamente– e o perito José Antonio de Moraes.

Os peritos Rosângela Monteiro e Paulo Sérgio Tieppo Alves já prestaram depoimentos. A oitava testemunha não teve o nome revelado.

A mãe de Isabella deve depor amanhã (18).

Veja mais:
Contratado pelos Nardoni, legista que atuou no caso PC Farias aponta “erros grosseiros” nos laudos e promete reviravolta no caso Isabella
A morte de Isabella poderia ter sido evitada?
Perito diz que sangue no carro era de Isabella e justiça nega habeas copus ao casal
Até presas do carandiru prestam homenagem a Isabella Nardoni
Qual é o motivo da demora na resolução do caso Isabella?
Caso Isabella: tudo o que a justiça tentou esconder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: