Em tempos de crescimento sustentável, saiba como economizar combustível

Se o seu carro está gastando álcool ou gasolina além do que deveria, o problema pode estar no veículo, no combustível, ou em você, condutor. Isso porque, o consumo é influenciado em grande parte pela forma como o motorista conduz o veículo.

Acelerações bruscas, trocas erradas de marcha, janelas abertas, pneus murchos e ar-condicionado ligado são alguns dos descuidos que doem no bolso do consumidor após alguns quilômetros rodados. Carregar mais peso do que a capacidade do carro é mais um desses erros. Segundo a BR, distribuidora da Petrobras, cada 50 Kg a mais equivalem a 1% de aumento no consumo. Além do gasto desnecessário, o peso em excesso também causa desgaste da suspensão, dos freios e dos pneus.

Já para os que gostam de pisar no acelerador, uma má notícia: o excesso de velocidade também aumenta o consumo. De acordo com testes do Centro de Pesquisa da Petrobras, carros que andam a 100 Km/h gastam 20% a mais do que aqueles que não passam dos 80Km/h.

“Quando um cliente nos procura reclamando do gasto de combustível, além da revisão e do teste de proveta para verificar se a gasolina está adulterada, perguntamos em quais condições o carro está sendo utilizado”, diz Wanderlei de Jesus Mota, gerente de pós-vendas da Viamar.

Dicas:

1) Evite acelerar ou frear bruscamente. Além de aumentar o consumo, atitudes como estas causam o desgaste prematuro do veículo;

2) Quando atingir a velocidade desejada, alivie aos poucos o acelerador;

3) Sempre que possível dirija com as janelas fechadas para diminuir a resistência do ar;

4) Evite andar com o ar-condicionado ligado em dias frios;

5) Leve o carro à revisão para verificar filtros de ar e de combustível. Motor desregulado pode consumir até 60% mais combustível;

6) Evite carregar mais peso do que a capacidade do carro;

7) Troque as marchas na hora certa. Isso evita com que o motor ande em alta rotação. A maioria dos carros vem com conta-giros no painel, exceção feita aos modelos populares. Leia o manual e respeite a faixa de rotação indicada;

8) Desligue o carro se estiver por mais de dois minutos parado em congestionamentos;

9) Pé no breque. Testes feitos com veículos mostram que velocidades moderadas são mais econômicas;

10) Use uma planilha para anotar a quantidade de combustível abastecida e a quilometragem percorrida;

11) Abasteça no mesmo posto e peça que o frentista faça o teste de proveta para saber se o combustível é adulterado;

12) Não leve peso desnecessário não porta-malas, pois isso exigirá mais esforço do motor;

13) Não encha o tanque de combustível até a boca. Nos carros atuais, parte dele acaba se perdendo pelo bocal ou pela válvula de alívio;

14) Não espere o tanque ficar na reserva. Resíduos do fundo podem entupir os bicos injetores;
15) Calibre os pneus a cada 15 dias e mantenha a direção alinhada.
Fonte: G1
Informações: Agência Nacional do Petróleo (ANP), BR Distribuidora e Viamar

Assuntos Relacionados:
Site monitora fraudes pela internet
Por que o “Quem Indica” é tão importante?
Encontre aqui bons motivos para respeitar a Lei Seca.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: