Quem matou Ronaldinho?

MADRI – Os argentinos cunharam uma frase absolutamente notável sobre Carlos Gardel: “Cada dia canta mejor”. Gardel morreu faz 73 anos.
Houve um tempo em que milhões de apaixonados por futebol acreditavam que Ronaldinho Gaúcho era o Gardel do futebol: cada dia jogava melhor. Durou pouco. Há dois anos e meio, Ronaldinho chegou à Alemanha como melhor jogador do mundo, pronto para atingir uma altura ao menos parecida com a de Pelé (era a previsão de Tostão, que é o meu farol nesses assuntos, porque jogou com os melhores e é capaz de análises frias).
Ronaldinho Gaúcho, a rigor, morreu anteontem, aos 28 anos.
Não sei se a Folha publicou a foto do argentino Messi abraçando seu ex-companheiro do Barça após derrotá-lo por 3 a 0. O brasileiro está de olhos fechados, cabeça baixa pendendo do ombro do pequeno artista argentino. Parece velório, o velório dele próprio.
Luis Martín, comentarista do jornal “El País”, escreve que Ronaldinho deu pena. Comenta ainda que o jogador levou mais de três horas para conseguir urinar para o exame antidoping. Fecha assim o epitáfio: “Quis jogar e não pôde.
Quis urinar e não pôde”.
O que me intriga -é uma pauta que me proponho incessantemente e não tenho coragem de propô-la ao jornal- é a causa da morte prematura. A Maradona, mataram-lhe as drogas, todo mundo sabe. Ronaldo, o “Fenômeno”, também teve morte prematura, mas sua agonia foi praticamente pública, feita de muita gandaia, algum sobrepeso e contusões graves seguidas.
Ronaldinho só muito recentemente passou a ser criticado, em Barcelona, por noitadas supostamente desregradas. Machucou-se pouco, engordou pouco. O jornalismo deve ao público contar quem matou (ou o que matou) esse Gardel da bola, que já não canta melhor. Nem canta, aliás.

Texto de Clóvis Rossi publicado na Folha de São Paulo
 

Clique aqui e receba as atualizações do In Blog por e-mail

rss_3

O In Blog envia até 3 e-mails com suas atualizações por semana, clique aqui, coloque seu e-mail e passe a receber nosso newsletter.

Blogs Amigos:
PULSO Internet de qualidade
NAMONEURA Desabafos de uma namorada normal. Anormal são vocês!
PERGUNTE AO URSO Tudo aquilo que você não sabia para quem perguntar
CLUBE DO LAR Pensou em casa, já está nele

3 Responses to Quem matou Ronaldinho?

  1. Marcela disse:

    Quem matou Ronaldinho? é óbvio que foram as línguas de pessoas desocupadas que adoram se autodenominar “críticos”, nao importa a crítica, tem que saber ouvir blábláblá… papo furado, para cada bola cheia tem 100 bolas murchas tentanto esvazia-lo!
    Só o Superman mesmo para aguentar esse mundo aqui!
    E ainda perguntam quem matou tanta gente que Brilhou e estao tentando brilhar, falta do que fazer, dor de cotovelo e frustração de nao serem os bolas cheias!
    Será que o Brasil tem geito ainda!?
    Não reparem no g do geito, é caso de Pobrema!

  2. netto disse:

    Também acredito nisso. Ronaldinho merece muito mais que simples críticas sobre sua atuação. Também lí a coluna de Rossi e vou além: esses críticos cujos assuntos são os mesmos todos os dias, deveriam fazer um trabalho sério e procurar saber do próprio atleta o que, de fato, ocorre com sua carreira e por que seu rendimento caiu tanto.
    É preciso lembrar o passado recente do jogador que foi o melhor do mundo.
    Ronaldinho Gaúcho é, verdadeiramente, um fenômeno.

  3. Porco goianU... disse:

    Ronaldinho contra u Real Madrid em 2005 nu Camp Nou…
    lembram?
    ñ se pode definí-lo por um jogo, mas fintar a galera e meter um golaço dakeles é coisa de craque eterno!

    força Ronaldinho!
    vc é u cara!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: