Confissões de uma depiladora masculina

“Homem chora pelos poros”

Ximena Guerrero Parra. 50 anos, 20 de profissão. A esteticista chilena tem um salão especializado em depilação masculina, na Vila Nova Conceição

Já depilei muitos esportistas. Quem trabalha com musculação, assim como nadadores, tira todos pêlos. A musculatura fica mais bonita. A tendência atual dos homens é ficarem pelados. E muito cliente passa a se depilar depois de uma certa idade porque os pêlos começam a ficar brancos. Isso não é sexy. Cabelo grisalho ainda vai, né? Mas pêlo do peito branco…

As mulheres mandam o marido se depilar. Aqui no Instituto Sahra, em 70% dos casos, é a esposa quem agenda a sessão. Noivas e namoradas também. Elas querem que eles tirem tudinho. Pedem isso até como presente de aniversário de casamento.

Os homens são fantásticos, mais fáceis de trabalhar. As mulheres são bem mais chatas e detalhistas. Reclamam, pechincham. Homem, não: o cliente chega, acha tudo ótimo, não chora o preço nem pede desconto. Eles ainda dão boa caixinha. Já me deram R$ 50 de gorjeta. E não gritam.

Os que vêm sempre estão acostumados. Eles sofrem menos, ou sofrem calados. Mas os que vêm pela primeira vez chegam aqui apavorados com a dor. Já chegaram a me pedir até bebida alcoólica para suportar a dor. Eu disse que não sirvo bebida aqui! Eles não choram, é muito raro. Alguns transpiram muito. Ou “choram” pelos poros.

Quando cheguei à Espanha, em 2000, fui trabalhar num ginásio – sou professora de educação física. Comecei a fazer limpeza de pele nos esportistas e acabei aprendendo a depilar homens. Os atletas de ponta, de motocross e ciclismo, sempre se depilam. Alguns, assim como os daqui, fazem porque a mulher deles pede.

O espanhol é conservador. Só quem se depila são os da nova geração. Os mais velhos dizem que isso é coisa de maricón. Antigamente podia até ser, mas os homens perderam o preconceito, preocupam-se mais consigo. Hoje, tenho certeza de que apenas 10% dos que se depilam são homossexuais.

Eles preferem depiladoras mulheres. O toque do homem não agrada à maioria. Mas tem gente que confunde depilação com massagem e erotismo. Vinha um rapaz aqui que sempre queria se depilar com a mesma profissional, uma jovem bonita. Um dia percebi que ele estava com outras intenções. Disse que eu é que iria depilá-lo. Foi a última vez que ele veio!

Situação constrangedora? Só se for para eles. Para a depiladora, é tudo normal. E eu expliquei para as meninas como se comportar numa situação dessas. Uma possível ereção nem sempre é intencional, é algo orgânico. Não significa que o cliente está com segundas intenções. Por isso, temos que ser muito profissionais, até para não deixar uma situação dessas ficar ainda mais constrangedora. Se o “coisinho” levanta, elas pedem para o próprio cliente puxar para o lado. São bem discretas.

Fonte: Época São Paulo

Clique aqui e receba as atualizações do In Blog por e-mail

rss_3

O In Blog envia até 3 e-mails com suas atualizações por semana, clique aqui, coloque seu e-mail e passe a receber nosso newsletter.

Assuntos Relacionados:
Faça do casamento uma mina de prazer
Transou no primeiro encontro e se arrependeu? Conheça sua música.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: