Por que os cafajestes atraem as mulheres

No encontro da sociedade do comportamento e da Evolução Humana, realizado em junho, no Japão, o psicólogo americano David Schmitt apresentou os primeiros resultados de um estudo sobre a sexualidade, com 35 mil pessoas de 57 países. Schmitt diz que a busca por sexo fora do casamento é universal, não depende da cultura nem da etnia. Isso explica por que “até 5% dos bebês não são filhos daquele que supõe ser o pai”. Para Schmitt, mulheres que têm casos extraconjugais em geral se envolvem com homens frios, impulsivos e agressivos – os populares cafajestes.

Mulher gosta de cafajeste?
David Schmitt – O estudo mostra o contrário. As garotas aguardam por seus “príncipes”, que seria um cafajeste domado, mas no final acabam se casando com os bons moços, em nome de segurança. A questão é saber por que algumas garotas (mas não todas) procuram bad boys.
Dá para traçar um perfil de quem são esses homens?
Schmitt – Um objetivo da pesquisa é examinar a personalidade das pessoas que buscam relações de curta duração. Queríamos saber se essas pessoas eram extrovertidas, neuróticas ou mais abertas a novas experiências. Descobrimos que os homens com maior sucesso em relações de curta duração são também os mais propensos a ter uma personalidade que os psicólogos chamam de tríade sombria. Suas características são o narcisismo e a impulsividade. Eles são emocionalmente frios e agressivos. Têm mais chances de ter casos com as parceiras de outros homens. Não é por acaso que as mulheres que buscam relações breves se envolvem com bad boys. Talvez resida aí a resposta à questão de por que os cafajestes – que se dão mal em tantas esferas da vida – não desaparecem da sociedade.
O que as mulheres buscam em uma relação extraconjugal?

Schmitt – Elas são seletivas. As que admitem buscar relações furtivas afirmam preferir o sexo com os amantes, pois atingem com maior freqüência o orgasmo e a satisfação sexual. Sob uma perspectiva evolucionária, elas buscam acesso a parceiros com melhores qualidades genéticas (o que se traduz em atributos como inteligência, saúde ou beleza). O objetivo das mulheres é gerar bebês com esses atributos, os quais elas acreditam não encontrar nos parceiros da relação estável em que se encontram.

Se fosse aplicado o teste de paternidade em um berçário…
Schmitt – O resultado não me surpreenderia. Vários estudos mostram que de 3% a 5% dos recém-nascidos são fruto da relação da mãe com parceiros desconhecidos. Até 5% dos bebês não são filhos daquele que supõe ser o pai.
“Pular a cerca” é um traço específico da cultura ocidental?
Schmitt – Não. A busca por relações sexuais de curta duração é universal. A diferença é que, em muitas culturas, as mulheres adúlteras são punidas com muito mais severidade que os homens. Nas sociedades em que elas têm maior liberdade, sua busca por relações sexuais extraconjugais aumenta – assim como a quantidade de parceiras dos homens considerados mais atraentes.
Onde fica a linha divisória entre o desejo e o amor?
Schmitt – Há três sistemas de motivação sexual. O primeiro é o desejo ou a atração sexual. É o que nos motiva a procurar um parceiro. Aí vem a paixão, que nos dirige a um alvo específico, o sexo. Depois vem o amor, que cria um relacionamento com um parceiro específico. Os três sistemas podem trabalhar de forma independente e nos levam às relações de curta duração. Podemos estar amorosamente ligados a nossas mulheres ou maridos, o que não impede que nos apaixonemos por outras pessoas.

Fonte: G1

Clique aqui e receba as atualizações do In Blog por e-mail

rss_3

O In Blog envia até 3 e-mails com suas atualizações por semana, clique aqui, coloque seu e-mail e passe a receber nosso newsletter.

Blogs Amigos
Dr. Love Apaixonado pelas mulheres, em todos os seus defeitos e virtudes
PULSO Internet de qualidade
NAMONEURA Desabafos de uma namorada normal. Anormal são vocês!
PERGUNTE AO URSO Tudo aquilo que você não sabia para quem perguntar
CLUBE DO LAR Pensou em casa, já está nele
TUCANOJOVEM Juventude do PSDB – Capital SP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: